União Europeia

Sobre Habitação

O agravamento das condições de vida, o aumento dos custos com a habitação, a perda de poder de compra das famílias, bem como o aumento das taxas de juro tornam urgente proteger a morada de inúmeras famílias, evitando que fiquem sem tecto.

Nesse sentido, os Estados devem assumir-se como promotores de habitação pública e dinamizadores das políticas de construção e reabilitação urbana, para alargar a oferta de habitação pública, a custos compatíveis com os rendimentos das famílias.

Objectivo 55 (Fundo Social Acção Climática)

O vice-presidente Timmermans disse aqui hoje que este pacote para a redução de emissões não deveria deixar ninguém para trás.
Di-lo, sabendo que a insistência em perversas soluções de mercado - não só são questionáveis quanto à eficácia na redução de emissões, como oneram os trabalhadores e as populações, contribuindo para o aumento do custo de vida - como a própria comissão reconhece e que justificam a criação do Fundo Social Climático para mitigar as consequências socioeconómicas da extensão do comércio de licenças de emissões.

As ilhas da UE e a política de coesão

A realidade das regiões insulares enquadradas na UE é diversa e apresenta desvantagens estruturais relativamente aos territórios continentais, motivadas pela sua dimensão, pela baixa densidade populacional, sazonalidade demográfica, alta variação topográfica ou fraca conectividade.
Estas características estruturais exigem uma distinção positiva das políticas de investimento público, que possibilitem uma maior coesão territorial e social e contrariem a tendência divergente do desenvolvimento destes territórios.

Valorizar a pequena e média produção agrícola e as espécies tradicionais, reduzir o uso de pesticidas

Senhora Comissária,

No debate que hoje aqui se promove, refere-se, e bem, a necessidade de reduzir o uso de pesticidas, salvaguardando os interesses dos consumidores.

Sobre o brutal aumento do custo de vida

As populações, os trabalhadores, confrontam-se com um brutal aumento do custo de vida.
O expressivo aumento da inflação, impacta mais ao detalhe nos preços dos combustíveis e da energia, ou de bens alimentares de primeira necessidade.
Os preços aumentam, o salário mingua. Milhões de pessoas apertam o cinto.

Proposta de Fundo Social para a Acção Climática prejudica singularmente Portugal - Deputados do PCP no PE apresentam proposta de correcção

O Parlamento Europeu (PE) votará na sessão plenária da próxima semana, em Estrasburgo, o Pacote para o Objectivo 55, onde se inclui a criação do Fundo Social para a Acção Climática (FSAC). Este Fundo pretende atenuar as consequências socioeconómicas negativas decorrentes da extensão do comércio de licenças de emissão para os sectores dos edifícios e do transporte rodoviário e consequente aumento dos preços dos combustíveis fósseis.

Sandra Pereira presente nas eleições na Colômbia

A Deputada do PCP no Parlamento Europeu, Sandra Pereira, integra a missão do Grupo Confederal da Esquerda Unitária Europeia / Esquerda Verde Nórdica – A Esquerda no Parlamento Europeu que se desloca à Colômbia, para acompanhar a realização das eleições presidenciais, cuja primeira volta
se realiza dia 29 de Maio.

Uma perspectiva sobre a história da criação do Banco Central Europeu e da definição da sua política monetária

Em resposta ao último episódio de estagflação nos EUA nos anos 70 – i.e., taxas de inflação elevadas acompanhadas por taxas de crescimento económico real anémicas –, a partir de agosto de 1979, a Reserva Federal dos EUA, sob a presidência de Paul Volcker, adotou uma política monetária restritiva de inspiração monetarista, deixando aumentar a taxa de juro de referência (“Federal Funds Rate”) muito significativamente, com a política monetária a dar prioridade a

O Plano REPowerEU: a solidariedade e a segurança energética europeias perante a invasão russa da Ucrânia, incluindo os recentes cortes no abastecimento de gás à Polónia e à Bulgária

A política de sanções da União Europeia sacrifica os interesses dos países e povos da Europa e contribui para a escalada de confrontação, dificultando o caminho para a paz.
O caso do gás é paradigmático: aos pacotes de sanções adotados sucede o ainda mais acentuado aumento especulativo do preço do gás, que já vinha subindo em meses anteriores, e o povo a pagar!
Estabelecem-se metas de armazenamento de gás para os Estados-Membros cumprirem, mas como os grupos económicos não querem fazer esses investimentos, serão os Estados e o povo a pagar!

Sobre a detenção de Tatjana Zdanoka

Na passada sexta-feira, Tatjana Zdanoka, deputada deste Parlamento, foi detida em Riga com outros protestantes que se manifestavam publica e pacificamente contra a demolição de um monumento de homenagem aos soldados soviéticos, no Parque Vitória. A sua detenção merece repúdio por parte deste Parlamento! Daqui expressamos a nossa solidariedade à Tatjana e àqueles que não abdicam de defender a verdade histórica, os direitos e as liberdades que a luta dos povos garantiram.