Internacional

Michael Pompeo e Benjamin Netanyahu não são bem-vindos a Portugal

Michael Pompeo e Benjamin Netanyahu não são bem-vindos a Portugal

Face às notícias da presença e da realização em Portugal de um encontro entre Michael Pompeo, Secretário de Estado dos EUA, e Benjamin Netanyahu, Primeiro-ministro de Israel, bem como das decisões do Governo português de os receber ao mais alto nível, o PCP considera que:

Solidariedade com o povo colombiano

Solidariedade com o povo colombiano

O Partido Comunista Português saúda os trabalhadores e o povo colombiano, os comunistas e as outras forças revolucionárias e progressistas da Colômbia, pela histórica Greve Nacional e jornada de mobilização popular, desenvolvida desde o passado dia 21 de Novembro, contra o pacote de medidas neoliberais do Governo do Presidente Iván Duque – subordinado às imposições do FMI e da OCDE – e pelo efectivo cumprimento do Acordo de Paz na Colômbia, assinado com as FARC-EP.

Pela paz e o desarmamento! Não à NATO! - Sobre a Cimeira da NATO, de Londres, nos 70 anos deste bloco político-militar

Pela paz e o desarmamento! Não à NATO! - Sobre a Cimeira da NATO, de Londres, nos 70 anos deste bloco político-militar

Realiza-se em Londres, dias 3 e 4 de Dezembro, uma Cimeira da NATO, que assinalará os 70 anos da fundação deste bloco político-militar agressivo, criado a 4 de Abril de 1949, e cuja natureza ficou, desde logo, patente com a inclusão da ditadura fascista de Salazar como um dos seus membros fundadores.

PCP repudia declaração da Administração Trump sobre os colonatos israelitas e condena nova agressão israelita a Gaza

PCP repudia declaração da Administração Trump sobre os colonatos israelitas e condena nova agressão israelita a Gaza

1. O PCP repudia e condena veementemente a declaração do Secretário de Estado norte-americano em que considerou 'legal' a colonização por Israel dos territórios palestinianos ilegalmente ocupados em 1967.

Proferida, ontem, escassos dias após mais um criminoso bombardeamento de Israel sobre a Faixa de Gaza – que matou 34 palestinianos e deixou mais de uma centena de feridos –, tal afirmação constitui um insulto ao martirizado povo palestiniano e uma afronta ao direito internacional e aos princípios da Carta das Nações Unidas.

PCP condena golpe de Estado na Bolívia

PCP condena golpe de Estado na Bolívia

O Partido Comunista Português condena veementemente o golpe de Estado que afastou o legítimo Presidente do Estado Plurinacional da Bolívia, Evo Morales.

Libertação de Lula da Silva – uma vitória contra a injustiça

Libertação de Lula da Silva – uma vitória contra a injustiça

O PCP expressa a sua satisfação pela libertação do ex-presidente Lula da Silva, injustamente preso desde Abril de 2018 na sequência de um processo eminentemente político, parte integrante do golpe de Estado institucional que conduziu à destituição da legítima Presidente Dilma Rousseff e ao impedimento de Lula da Silva de concorrer às eleições presidenciais.

  PCP saúda Partido Comunista da Argentina e o povo argentino

PCP saúda Partido Comunista da Argentina e o povo argentino

O PCP saudou o Partido Comunista da Argentina pela vitória alcançada pela coligação eleitoral Frente de Todos, no passado dia 27 de Outubro, considerando que esta vem devolver a esperança aos trabalhadores e ao povo argentino, vítimas das violentas políticas neoliberais, de brutal retrocesso social e ao saque, impostas nos últimos quatro anos pelo governo do Presidente Macri e o FMI.

Solidariedade com o povo da Bolívia

Solidariedade com o povo da Bolívia

Perante a violência e desestabilização golpista desencadeada pelas forças reaccionárias na Bolívia que visa desrespeitar os resultados das eleições presidenciais de 20 de Outubro, que determinaram a reeleição de Evo Morales como Presidente do Estado Plurinacional da Bolívia, o PCP manifesta a sua solidariedade com o povo boliviano e sublinha a necessidade do respeito pela vontade popular, democraticamente expressa pelo voto, em conformidade com os resultados eleitorais escrutinados pelo Tribunal Supremo Eleitoral da Bolívia.

Jerónimo de Sousa saúda vitória da FRELIMO

Jerónimo de Sousa saúda vitória da FRELIMO

Jerónimo de Sousa, Secretário-geral do PCP, enviou uma saudação a Filipe Nyusi, Presidente da FRELIMO e Presidente da República de Moçambique, expressando as felicitações dos comunistas portugueses pela vitória da FRELIMO e pela sua reeleição como Presidente de Moçambique, nas eleições do passado 14 de Outubro.

Jerónimo de Sousa felicita Evo Morales

Jerónimo de Sousa felicita Evo Morales

Jerónimo de Sousa, Secretário-geral do PCP enviou as felicitações dos comunistas portugueses a Evo Morales pela sua reeleição como Presidente do Estado Plurinacional da Bolívia e pela vitória das forças revolucionárias e progressistas nas eleições de 20 de Outubro.

O Secretário-geral do PCP considerou que esta vitória não só demonstra o apoio popular ao processo progressista e emancipador boliviano, como assume uma grande importância para o assegurar do avanço da melhoria das condições de vida dos trabalhadores e povo boliviano e do desenvolvimento soberano da Bolívia.