Posições Políticas

Sobre a recente contestação à nova orgânica da Autoridade Nacional da Protecção Civil

Sobre a recente contestação à nova orgânica da Autoridade Nacional da Protecção Civil

A aprovação pelo Governo em Conselho de Ministros, sem a devida reflexão e envolvimento do conjunto de intervenientes que integram a Protecção Civil, de uma nova orgânica da Autoridade Nacional da Protecção Civil (ANPC) que, entre outros aspectos aponta soluções operacionais sem atender à tipificação dos riscos e às respostas disponíveis no território para os enfrentar, tem motivado crítica e contestação.

45.º aniversário da Revolução de Abril. Os valores de Abril no futuro de Portugal

45.º aniversário da Revolução de Abril. Os valores de Abril no futuro de Portugal

I

Em 2019, os trabalhadores e o povo português comemoram o 45.º aniversário do 25 de Abril.

Comunicado do Comité Central do PCP de 10 de Dezembro de 2018

Comunicado do Comité Central do PCP de 10 de Dezembro de 2018

O Comité Central do PCP, reunido no dia 10 de Dezembro de 2018, debateu aspectos da situação internacional, apreciou a evolução da situação nacional, o desenvolvimento da luta dos trabalhadores e do povo, definiu linhas de iniciativa política, direcções de trabalho sobre as próximas batalhas políticas eleitorais, aprovou uma resolução sobre o 45.º aniversário da Revolução de Abril, apreciou o andamento das medidas para o reforço da organização e intervenção do Partido.

Ver vídeo
Sobre a reunião do Comité Central do PCP de 10 de Dezembro de 2018

Sobre a reunião do Comité Central do PCP de 10 de Dezembro de 2018

O Comité Central do PCP apreciou a evolução da situação nacional e internacional. Definiu linhas de iniciativa política, direcções de trabalho sobre as próximas batalhas políticas eleitorais e aprovou uma resolução sobre o 45º aniversário da Revolução de Abril.

«São possíveis e necessárias políticas que vão ao encontro de um real desenvolvimento equilibrado do País»

«São possíveis e necessárias políticas que vão ao encontro de um real desenvolvimento equilibrado do País»

As nossas mais fraternas e cordiais saudações a todos os delegados e convidados presentes nesta nossa IX Assembleia da Organização Regional de Vila Real do PCP.

Realizamos esta nossa Assembleia num momento em que a luta dos trabalhadores e das populações se intensifica exigindo melhores condições de trabalho e de vida.

«Sim, é possível valorizar a região com um PCP mais forte, organizado, interventivo e influente»

«Sim, é possível valorizar a região com um PCP mais forte, organizado, interventivo e influente»

Camaradas,

Valorizar a Região, como afirmamos no lema desta nossa 9.ª Assembleia, não é possível com a política de direita das últimas décadas, caracterizada pelo ataque aos direitos e rendimentos dos trabalhadores, pelo encerramento, privatização e ou concessão de serviços públicos essenciais às populações, pelo desprezo pela agricultura familiar, pelo desaproveitamento das potencialidades e recursos que a região tem, pela demissão do estado das suas funções sociais, pela extinção de freguesias, pelo agravamento da injustiça fiscal.

Visita de Xi Jinping a Portugal

Visita de Xi Jinping a Portugal

O PCP valoriza a visita do Presidente da República Popular da China, Xi Jinping e sublinha que a defesa do desenvolvimento de relações de amizade, paz e cooperação com todos os povos do mundo é um princípio fundamental da política externa de Portugal que a Constituição da República Portuguesa consagra. O desenvolvimento de tais relações com um País como a República Popular da China é um acontecimento importante que o PCP sauda.

Sobre a especulação a propósito das obras de recuperação do edifício do Centro de Trabalho do PCP na Ajuda

Sobre a especulação a propósito das obras de recuperação do edifício do Centro de Trabalho do PCP na Ajuda

Todos os aspectos decorrentes das obras de recuperação do edifício do Centro de Trabalho do PCP na Ajuda estão a ser considerados em diálogo com a direcção da associação de reformados. É falso que se esteja a promover um processo de despejo. A especulação que está a ser feita só encontra explicação em motivações alheias ao interesse dos reformados.

O PCP passou de arrendatário a proprietário do edifício sito na Rua das Mercês. Face à insolvência do anterior proprietário, o PCP adquiriu o edifício em hasta pública, passando a proprietário do referido prédio.