PCP

Conteúdo sindicado
Sobre a reunião do Comité Central do PCP de 26 de Junho de 2016

Declaração de , Secretário-Geral, Lisboa, Conferência de Imprensa

Sobre a reunião do Comité Central do PCP de 26 de Junho de 2016

O Comité Central do PCP procedeu à análise dos desenvolvimentos da situação nacional e debruçou-se sobre os recentes desenvolvimentos na Europa e no plano mundial. Tratou de assuntos relativos à preparação do XX Congresso do PCP e ao desenvolvimento da actividade partidária.

No plano internacional persistem e acentuam-se os sinais prenunciadores de novos episódios de crise económica e instabilidade, acompanhada por uma violenta ofensiva do imperialismo.

Apresentação da 40ª Festa do «Avante!»

Declaração de , membro do Secretariado do Comité Central, Lisboa, Conferência de Imprensa

Apresentação da 40ª Festa do «Avante!»

Apresentamos os aspectos centrais do Programa da 40ª Festa do Avante!, que se realiza nos dias 2, 3 e 4 de Setembro na Atalaia, Amora, Seixal, 40 anos depois de em 1976 na FIL se ter iniciado este percurso de uma Festa única, aberta a todos, onde a música, a arte e a cultura são presença constante, uma Festa do trabalho e da militância tornada possível com a conquista da Democracia e da Liberdade.

Apesar de limitadas as medidas tomadas estão para lá do que os grandes interesses admitiam

Intervenção de , Secretário-Geral, Abrantes, X Assembleia da Organização Regional de Santarém

Apesar de limitadas as medidas tomadas estão para lá do que os grandes interesses admitiam

As mais fraternais saudações!

Realizamos a nossa X Assembleia, uma boa Assembleia, num momento de recrudescimento de grandes pressões, chantagem e ameaças vindas do exterior, nomeadamente vindas de Bruxelas e Berlim, sobre o País e as opções tomadas pelas suas legítimas instituições democráticas, e por uma visível retoma da ofensiva revanchista, vinda dos partidos derrotados em 4 de Outubro que querem o regresso ao passado de políticas de exploração e empobrecimento!

Ouvir Áudio
Santarém e o país precisam de um PCP mais forte

Intervenção de , membro da Comissão Política do Comité Central, Abrantes, X Assembleia da Organização Regional de Santarém

Santarém e o país precisam de um PCP mais forte

Camaradas e amigos, caros convidados, muito bom dia.

Estamos aqui reunidos na nossa Xª Assembleia que é o culminar de um amplo processo de discussão em todas as organizações do Partido onde, em paralelo com o debate no quadro da primeira fase da preparação do 20º Congresso, se procurou envolver no debate e na proposta, todos os militantes, descentralizando as reuniões, plenários e Assembleias das organizações.

Do debate realizado, há alguns aspectos que importa reter:

Catarina Eufémia - orgulho do glorioso proletariado rural alentejano, de todos os trabalhadores portugueses e do seu Partido

Intervenção de , Secretário-Geral, Baleizão, Beja, Romagem a Catarina Eufémia

Catarina Eufémia - orgulho do glorioso proletariado rural alentejano, de todos os trabalhadores portugueses e do seu Partido

Camaradas e Amigos:

Uma vez mais aqui estamos a prestar homenagem a Catarina Eufémia - orgulho do glorioso proletariado rural alentejano, orgulho de todos os trabalhadores portugueses, orgulho do seu Partido – o PCP.

Aqui estamos prestando uma sempre sentida homenagem ao seu exemplo de luta, combatividade, abnegada coragem e dignidade que permanece como uma referência para os combates do presente e do futuro – os combates pela transformação social, pela valorização do trabalho e dos trabalhadores, contra a exploração e a opressão, pela sociedade nova.

PCP rejeita manipulação e distorção a propósito das contas de 2011

PCP rejeita manipulação e distorção a propósito das contas de 2011

Face a notícias que, a propósito das contas do PCP referentes a 2011, procuram lançar a suspeição sobre o Partido, importa esclarecer que:

- Mais uma vez as alegadas irrregularidades imputadas ao PCP resultam de interpretações abusivas e exigências arbitrárias;

- As contas apresentadas não só cumprem com as disposições legais em vigor como reflectem integralmente a actividade financeira do PCP;

Quinta do Cabo já pertence à Festa

Declaração de , Secretário-Geral, Seixal, Visita à Quinta do Cabo

Quinta do Cabo já pertence à Festa

"A Campanha Nacional de Fundos «Mais Espaço mais Festa. Futuro com Abril» constituiu um grande êxito. Após ano e meio de esforço, empenhamento e criatividade do colectivo partidário alcançamos e ultrapassámos o objectivo e recolhemos mais de um milhão e duzentos mil euros" afirmou o Secretário-Geral na visita realizada à Quinta do Cabo.

Quinta do Cabo já pertence à Festa - Um grande êxito. Uma afirmação de confiança no futuro.

Quinta do Cabo já pertence à Festa - Um grande êxito. Uma afirmação de confiança no futuro.

A Campanha Nacional de Fundos «Mais Espaço mais Festa. Futuro com Abril» iniciada em Outubro de 2014 com o objectivo de fazer face aos encargos decorrentes da aquisição da Quinta do Cabo para o alargamento e valorização da Festa do Avante! e oferecer melhores condições aos seus visitantes, constituiu um importante êxito político, um testemunho da determinação, iniciativa e criatividade das organizações e dos militantes, uma prova de reconhecido apoio e identificação de muitos outros democratas e amigos da Festa com o que ela representa de inigualável realização cultural e política.

Intervenção de , Secretário-Geral, Avis, 15º Encontro Regional de Quadros do Alentejo do PCP

"É imperioso quebrar o ciclo de submissão e subordinação do País à União Europeia"

No 15º Encontro Regional de Quadros do Alentejo do PCP Jerónimo de Sousa afirmou que "é imperioso quebrar o ciclo de submissão e subordinação do País à União Europeia, ao directório das grandes potências e ao Euro com o seu rol de imposições e os seus instrumentos de dominação, como são o Tratado Orçamental, o Pacto de Estabilidade, a Governação Económica que têm conduzido o País à situação de desastrosa debilidade e atraso. Tal como exige a indispensável libertação de Portugal do poder dos grupos monopolistas e dos senhores da terra na zona do latifúndio, a retoma do controlo público dos sectores estratégicos, nomeadamente da banca, transformando-os em alavancas para o desenvolvimento do País. Afirmar um Portugal livre e soberano, um País que comanda o seu destino, um povo que constrói o seu próprio futuro é um combate que cada vez mais se impõe travar com coragem e determinação".

Intervenção de , membro da Comissão Política do Comité Central, Avis, 15º Encontro Regional de Quadros do Alentejo do PCP

"Lutemos pois por um Alentejo com futuro, por uma sociedade mais justa e mais fraterna"

A Direcção Regional do Alentejo do Partido, quando decidiu convocar este nosso 15º Encontro de Quadros, fez a opção de centrar o debate e a reflexão em torno do reforço do Partido, da sua organização e intervenção.

Fazemo-lo conscientes que o Partido, existe para servir os trabalhadores e o povo, para lutar pela melhoria das condições de vida e de trabalho daqueles que aqui vivem e trabalham, existe para lutar pela política patriótica e de esquerda, pela democracia avançada, pela construção de uma sociedade liberta da exploração do homem pelo homem – o socialismo e o comunismo.