Economia e Aparelho Produtivo

«There is no solution to national problems without a reversal of the policy of abandoning national production»

I would like to start by thanking you for your presence as well as valuing the set of interventions made here on a central issue for the country's development, for the well-being of the Portuguese people, for the future of Portugal as a sovereign nation – the defence and development of national production.

Encerramento do seminário «Promover a gratuitidade e a intermodalidade dos Transportes Públicos»

Caros amigos, estimados camaradas

Os transportes públicos constituem um importante serviço público essencial à qualidade de vida das populações, fundamentais para assegurar o transporte de passageiros, os movimentos pendulares, a coesão territorial e o direito à mobilidade. São também determinantes para a organização e gestão do território e essenciais ao funcionamento da economia e à preservação dos valores e do património ambiental. Promover a gratuitidade e a intermodalidade de transportes representa, por isso, um justo objectivo da luta do Povo português e de outros povos da Europa.

Abertura do seminário «Promover a gratuitidade e a intermodalidade dos Transportes Públicos»

Estimados amigos, caros camaradas,

Este é um seminário sobre transportes públicos.

A diversidade de intervenções a que iremos assistir assegurar-nos-á, assim o esperamos, um olhar amplo sobre a problemática da mobilidade das populações, com um enfoque particular (embora não exclusivo) nas cidades e nas áreas metropolitanas.

«Melhores transportes coletivos garantem melhor mobilidade, mais acessível, e potenciam um desenvolvimento económico mais sustentável»

Os transportes públicos são uma das questões mais importantes para as sociedades atuais, em particular nas grandes áreas metropolitanas. São indispensáveis para assegurar o direito à mobilidade, não só entre a casa e o trabalho, mas para o lazer, o acesso à cultura, o convívio familiar e as deslocações em geral.

«A intervenção nos transportes não é só uma mudança na mobilidade, mas também uma política social de acesso a direitos fundamentais»

Amigos,

Durante décadas as populações e as suas comissões de utentes, os trabalhadores e as respetivas O.R.T., os eleitos da CDU (em maioria e em minoria), o PCP reivindicou que se tomassem medidas para resolver problemas dos transportes, problemas dos trabalhadores e das populações.

«É preciso dotar os comboios e transportes públicos em geral, de modernidade e atractividade, de eficiência e conforto»

Bom dia a todos os presentes!

Agradecer o convite dirigido à CULS, o qual aceitámos com muito agrado.

A Comissão de Utentes da Linha de Sintra, nasce nos 90. Tem na sua génese a defesa dos utentes e do transporte público ferroviário na linha de Sintra. Tem por isso, uma já longa história e experiência na reivindicação pela melhoria das suas condições, seja na exigência em melhores e mais comboio, ou mesmo na melhoria das suas infraestruturas.

«Ao longo de muito anos temos lutado pelo transporte público ao serviço dos interesses dos País e dos cidadãos»

Caros camaradas

Enquanto organização de trabalhadores que intervém e luta pela valorização do trabalho e dos trabalhadores no sector dos transportes, entendemos que para quem trabalha no sector não é indiferente como todo o sector de transportes se organiza.

Ao longo de muito anos temos lutado pelo transporte público ao serviço dos interesses dos País e dos cidadãos e que o mesmo deve ser considerado um direito e um serviço social, de acesso universal e não um negócio para alguns grupos gerarem lucros.

Uma mobilidade ao serviço dos mercados e territórios liberalizados - a política de transportes da UE contra os trabalhadores e as populações

Afirma o regulamento relativo aos serviços públicos de transporte ferroviário e rodoviário de passageiros, a legislação que mais diretamente carateriza o sentido da política de transportes públicos da União Europeia e dos seus princípios: a concorrência entre operadores e a abertura de mercados é solução para a prestação de serviços mais atrativos, mais inovadores, com custos mais baixos.

A realidade da aplicação destes princípios em Portugal provou que nem os custos baixaram nem os serviços ficaram inovadores e atrativos:

A situação dos transportes públicos no norte do país

O Norte do País, enquanto estrutura territorial, congrega 86 concelhos e 3,5 milhões de habitantes, sendo muito heterogéneo.

Tem uma área metropolitana com um centro densamente povoado e depois um vasto território onde sobressaem problemas de desertificação e despovoamento decorrentes das opções políticas de sucessivos governos da política de direita.

Falar do Norte, da intermodalidade e do transporte público importa começar por dizer que estamos a falar de realidades muito diversas.

O «Ano Europeu do Transporte Ferroviário» e as iniciativas desenvolvidas no País pelos deputados do PCP no Parlamento Europeu

Na semana do lançamento oficial do «Ano Europeu do Transporte Ferroviário», iniciativa que pretende destacar o papel da ferrovia na economia, na sociedade e no ambiente, os deputados do PCP no Parlamento Europeu levam a cabo um conjunto de iniciativas e de contactos com as populações sobre esta temática, procurando dar voz à exigência de investimentos há muito em falta.