Posições Políticas

Decisões da UE e impactos na vida dos trabalhadores e das populações

Decisões da UE e impactos na vida dos trabalhadores e das populações

Desde a contra-revolução o país teve quatro décadas de retrocessos, impostos pela política de direita protagonizada pelos sucessivos governos de PS, PSD e CDS, e agravados por três décadas de integração na União Europeia que minaram e comprometeram a soberania e desenvolvimento nacional.

As imposições e constrangimentos do processo de integração capitalista Europeu aceleraram e promoveram brutais vagas de ataque aos direitos sociais e laborais e às políticas de desenvolvimento do país.

Situação da Agricultura, das Florestas e do Mundo Rural

Situação da Agricultura, das Florestas e do Mundo Rural

Camaradas,

A situação no Mundo Rural está negra. A destruição de milhares de explorações agrícolas e o abandono de milhares de hectares de cultivo e pastagens são resultado dos profundos ataques da política de direita à produção nacional, à floresta e às populações.

Nas escassas oportunidades para escoar a produção, os agricultores fazem-no a um preço tão baixo que não cobre os seus custos. Do preço cobrado ao consumidor final, só 20% chega à família agrícola, e apenas 5% são lucros.

Afirmação da mensagem do Partido e da CDU nas batalhas eleitorais de 2019

Afirmação da mensagem do Partido e da CDU nas batalhas eleitorais de 2019

Camaradas e Amigos,

Nas eleições de 26 de Maio para o Parlamento Europeu, tal como em 22 de Setembro na Madeira e em 6 de Outubro nas legislativas, o País, os trabalhadores e o povo, têm nas suas mãos a possibilidade de reforçar a CDU, a resposta necessária para avançar e construir o futuro.

O reforço do PCP e da CDU, como ficou provado na nova fase da vida política nacional, é o elemento decisivo para a defesa, reposição e conquista de direitos e a garantia para os trabalhadores, as populações, os democratas e patriotas, de um Portugal inspirado nos valores de Abril.

Papel dos dirigentes e activistas sindicais

Papel dos dirigentes e activistas sindicais

Camaradas,

Para a actual situação política e nova fase da vida política nacional, no quadro da luta que desenvolvemos por uma política patriótica e de esquerda no nosso país, em que os 3 actos eleitorais de 2019 têm enorme importância, foi e é determinante a luta dos trabalhadores e o aumento da sua consciência social e política, a organização, mobilização e luta a partir das suas reivindicações concretas.

A luta da juventude

A luta da juventude

Soluções para o país são indissociáveis de soluções para a juventude.

Ao invés dos que enchem a boca a falar de políticas de juventude, que dissertam sobre a participação juvenil; quando falamos de políticas para a juventude, não as desligamos da política de desenvolvimento do país, do rumo de soberania, de produção nacional, da valorização dos trabalhadores e de investimento nos serviços públicos que defendemos.

A luta pelos direitos dos trabalhadores da administração pública

A luta pelos direitos dos trabalhadores da administração pública

Camaradas

Face aos resultados das legislativas de 2015, depois de anos de política de direita e de quatro anos de luta persistente dos trabalhadores contra a acção agressiva do governo PSD/CDS, a clarividência revolucionária de análise do PCP abriu caminho a uma nova situação política.

Pais e Crianças com direitos

Pais e Crianças com direitos

Camaradas e amigos,

O dia a dia de milhares e milhares de crianças no nosso país continua a ser marcado pela limitação e negação de direitos, o que é indissociável da limitação, negação e atropelo dos direitos dos pais, especialmente dos pais e mães trabalhadoras.

O cumprimento de direitos fundamentais das crianças é, pois, inseparável da garantia de direitos aos pais.

A Intervenção e acção política integrada

A Intervenção e acção política integrada

Camaradas e amigos

Mais força à CDU para avançar em direitos, mais força à CDU para avançar na elevação das condições de vida, mais força à CDU para fazer avançar o País. Em síntese é esta a questão, a opção decisiva que está colocada aos trabalhadores e ao povo nos actos eleitorais que percorrerão o ano de 2019.

Um objectivo e uma condição hoje mais nítida e percepcionada.

Estilo de campanha, campanha indirecta, intervenção local, associações e colectividades

Estilo de campanha, campanha indirecta, intervenção local, associações e colectividades

Camaradas,

Quero antes de mais saudar o Encontro Nacional do PCP, que uma vez mais reafirma a força do nosso grande partido.

Temos um grande ano pela frente, cheio de desafios que enfrentaremos em condições muito particulares.

Alterações no recenseamento e leis eleitorais. Fiscalização do acto eleitoral

Nas batalhas eleitorais de 2019, a par da campanha de esclarecimento e mobilização para o reforço eleitoral e politico do PCP e da CDU, vamos ter que dar uma grande atenção à informação e esclarecimento sobre as alterações recentemente introduzidas na lei do recenseamento eleitoral e nas leis eleitorais e igualmente ter que assumir a importante e exigente tarefa de fiscalização do acto eleitoral.