Posições Políticas

Ver vídeo
No combate ao vírus, defender os direitos das crianças e dos pais

No combate ao vírus, defender os direitos das crianças e dos pais

As consequências do combate ao surto epidémico de covid-19 atingiram em cheio as crianças e os jovens. Sabemos que tudo o que acontece na vida dos pais enquanto trabalhadores, tem enorme impacto na vida das crianças: horários, vínculos, salários, são determinantes para a organização da vida das famílias. A partir do momento em que todos os estabelecimentos de ensino foram encerrados, a 13 de Março, essas consequências agigantaram-se.

Defender e reforçar o Serviço Nacional de Saúde, derrotar os projectos que o ameaçam

Defender e reforçar o Serviço Nacional de Saúde, derrotar os projectos que o ameaçam

1 – Quando se provou e é reconhecido o papel insubstituível do Serviço Nacional de Saúde (SNS) na resposta ao surto epidémico e se comprovou que é a única resposta capaz de garantir o direito à saúde, o momento que vivemos é decisivo para o futuro.

Ver vídeo
Este é o tempo de resistência e luta

Este é o tempo de resistência e luta

No quadro desta situação que vivemos da epidemia, mais importante se torna estar aqui com essa presença solidária, uma luta que é de todos os dias.

Nós hoje assistimos a este problema do vírus que pode matar, que mata, e esquecemos muitas vezes aqueles que têm a sua vida destruída porque perderam o emprego, o seu salário, perderam direitos individuais e colectivos

Ver vídeo
Sobre os milhares que ficaram sem salário ou rendimento e as respostas necessárias à sua subsistência e actividade futura

Sobre os milhares que ficaram sem salário ou rendimento e as respostas necessárias à sua subsistência e actividade futura

O surto epidémico veio expor ainda mais e de forma brutal as muitas fragilidades e problemas que afectam os mais diversos sectores da actividade económica nacional.

Há, neste momento, uma larga camada da população que deixou de ter meios de subsistência e a quem não chega nenhum apoio, nem os que já existiam, nem aqueles que entretanto foram criados pelo Governo.

Estes milhares de trabalhadores, profissionais e microempresários dos mais diversos sectores precisam de um apoio à sua subsistência.

Ver vídeo
Responder ao surto epidémico e aos seus impactos económicos e sociais. Lutar pela política alternativa

Responder ao surto epidémico e aos seus impactos económicos e sociais. Lutar pela política alternativa

Apresentação do Comunicado da Comissão Política do Comité Central do PCP sobre a situação actual

1- O surto epidémico de Covid-19 evidencia os graves problemas estruturais que marcam a vida nacional e está a ser aproveitado como pretexto para servir os objectivos do capital.

As medidas de saúde pública de combate à epidemia que têm de ser tomadas, e que o PCP tem defendido, têm impactos económicos e sociais incontornáveis mas as suas consequências dependem das opções e decisões políticas que forem assumidas.

Ver vídeo
A situação dos trabalhadores e o 1.º de Maio

A situação dos trabalhadores e o 1.º de Maio

Vamos fazer o 1º de Maio, neste ano de 2020, em condições diferentes de pressão sobre a saúde e dos direitos dos trabalhadores que tornam esta jornada de luta ainda mais importante. Neste tempo de epidemia é preciso prevenção e tratamento e isso está a ser feito e deve ser feito. Mas neste tempo, atrás do surto epidémico, está a ser promovida a epidemia do ataque aos trabalhadores, aos seus direitos, salários, vínculos, horários, condições de trabalho, higiene, segurança e saúde. Cobrindo-se com o vírus a pegada da exploração crava-se profundamente na vida dos trabalhadores.

Ver vídeo
Sobre as conclusões do Conselho Europeu

Sobre as conclusões do Conselho Europeu

Além da confirmação de medidas que empurram os Estados para novo endividamento, o Conselho Europeu fica, mais uma vez, marcado pela indefinição, divisão e adiamento e pelo anúncio de um suposto fundo de recuperação sobre o qual se desconhecem montantes, condições e condicionalidades.
As notícias de que o Orçamento da União Europeia poderá ser mais reduzido suscita naturais preocupações, com a possibilidade de diminuição de verbas da coesão. No fundo, seria tirar com uma mão o que eventualmente se dará com outra.

Assinala-se hoje, 23 de Abril, o Dia Mundial do Livro

Assinala-se hoje, 23 de Abril, o Dia Mundial do Livro

Razões para o festejar são imensas: a iniciativa criadora do seu autor, a recriação do mundo, do real, o sonho, o pensamento que nos transmite, o estudo e a investigação que são partilhados. A recriação da obra que faz o leitor, o prazer que a leitura lhe traz, a cultura que se enriquece, a especialização e o aprofundamento técnico, científico, artístico. A libertação e a liberdade que trazem o livro e a leitura, a recusa de submissão, a afirmação da crítica, do pensamento e da criatividade.

Ver vídeo
150 anos do nascimento de Lénine

150 anos do nascimento de Lénine

Passam hoje, dia 22 de Abril, 150 anos do nascimento de V. I. Lénine, o genial continuador de Marx e Engels, figura de primeiro plano do movimento operário e comunista e da História Universal contemporânea, dirigente da primeira revolução proletária vitoriosa e fundador do primeiro Estado socialista - a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas.

Ver vídeo
Sobre a Reunião do Conselho Europeu e a defesa dos interesses do País

Sobre a Reunião do Conselho Europeu e a defesa dos interesses do País

O Conselho Europeu do próximo dia 23 de Abril, ao que tudo indica, adoptará as conclusões do Eurogrupo de 9 de Abril.

Estas conclusões caracterizam-se, no essencial, pela notória falta de solidariedade da União Europeia e por opções que configuram um ainda maior endividamento dos Estados, em condições que não deixarão de ser invocadas para justificar pré-anunciados ataques aos direitos, rendimentos e condições de vida, assim como à soberania dos Estados.