Grande comício em Lisboa dá força a campanha da CDU que cresce

Grande comício em Lisboa dá força a campanha da CDU que cresce

«A CDU avança com toda a confiança» foi a palavra de ordem que ressoou, forte, na noite desta sexta-feira, 20, no salão da Voz do Operário, em Lisboa. Estava-se no final do comício que contou com a participação do Secretário-geral do PCP e que levou centenas de pessoas ao salão da histórica colectividade da capital, envolvendo-a numa atmosfera de enorme alegria, determinação e, sobretudo, confiança.

Confiança que foi, de resto, uma tónica que atravessou todo o comício e perpassou os discursos dos oradores que nele intervieram, logo após o momento musical ao som da melhor música popular com Sebastião Antunes e a Quadrilha.

Dirigido por Natacha Amaro, a quem coube apresentar e chamar para a mesa candidatos e responsáveis nacionais das forças que integram a CDU, bem como da organização da Cidade de Lisboa, comício teve como oradores as candidatas Alma Rivera, membro do CC do PCP, Mariana Silva, do Partido Ecologista «Os Verdes» e Jerónimo de Sousa, primeiro nome da lista CDU pelo círculo de Lisboa.

Abordando esse tema recorrente nas últimas semanas e que tem servido para «todas as mistificações» que é o das chamadas «contas certas», o líder comunista assinalou que quem delas fala o faz não a «pensar acertar as contas com o País e com o povo, mas apenas com Bruxelas e o grande capital».

«Falam como se apresentassem soluções alternativas e não apenas variantes do mesmo modelo imposto pelos cegos e anacrónicos critérios do euro, e da ditadura do défice e imposições da União Europeia», anotou o responsável comunista, sublinhando que «as contas que dizem ter certas não são contas para avançar, como é preciso e que os problemas do País há muito reclamam, mas as contas marteladas do défice zero no Orçamento e deficitárias no Serviço Nacional de Saúde, na Escola Pública, nos transportes, na habitação, lá onde precisámos de ter as contas certas e não temos, mas também deficitárias no investimento para garantir um crescimento económico mais substancial».

>
  • CDU - Legislativas 2019
  • Central

Partilhar