Beja só tem razões para votar na CDU

Beja só tem razões para votar na CDU

Se «confiança!» é a palavra de ordem da CDU (como tem por estes dias afirmado Jerónimo de Sousa), as iniciativas realizadas no distrito de Beja com a presença do Secretário-geral do PCP mostram como ela é ajustada: tanto no almoço com mineiros e familiares em Aljustrel como na sessão pública que fez transbordar a Casa da Cultura de Beja ficou bem vincada essa mesma confiança no reforço eleitoral da CDU e em tudo o que de positivo ele traz para os trabalhadores e o povo do distrito e para o desenvolvimento regional.

Nas intervenções que proferiu, Jerónimo de Sousa lembrou o que se conquistou nos últimos anos graças à intervenção e persistência das forças que compõem a CDU – o PCP e o PEV –, sublinhando que os avanços mais significativos não só não estavam no programa do PS e do seu Governo como foram alcançados contra a sua vontade. A forma como tenta hoje minimizar o impacto de algumas delas – desde logo a gratuitidade dos manuais escolares em todo o ensino obrigatório – mostra-o.

Passando em revista estes avanços, o Secretário-geral do PCP destacou a reposição do subsídio de Natal, os passes sociais mais baratos e abrangentes, a já referida gratuitidade dos manuais escolares e os aumentos extraordinários das reformas, não deixando de recordar que PS e BE concordaram apenas em descongelar as reformas e que só o PCP e o PEV se bateram pela sua valorização significativa. Em Aljustrel, Jerónimo de Sousa salientou com particular ênfase o que se alcançou ao nível do direito à antecipação da reforma dos mineiros – antes, o candidato Jorge Silva, mineiro de profissão, valorizou precisamente o apoio sempre prestado pelo PCP a esses trabalhadores, contrastando com o esquecimento a que têm sido votados pelos sucessivos governos.

A gratidão dos mineiros ficou expressa nas ofertas feitas ao Secretário-geral do PCP: uma lanterna de fundo de mina e um vagão em miniatura, que Jerónimo de Sousa entendeu sobretudo como estímulo à continuação da luta pelos direitos dos trabalhadores.

Nas duas iniciativas, o primeiro candidato da CDU pelo círculo eleitoral de Beja, João Dias, realçou as principais propostas para o distrito, assentes na valorização da produção e na construção e requalificação de infra-estruturas. Exemplificando os riscos que podem decorrer de uma maioria absoluta do PS, o actual deputado lembrou que a generalidade dos projectos de resolução apresentados relativos ao distrito contaram com a oposição do PS.

>
  • CDU - Legislativas 2019
  • Central
  • Beja

Partilhar