Nota do Gabinete de Imprensa do PCP

Sobre as contas da Festa do Avante! e as especulações a esse respeito

A notícia do Jornal de Negócios sobre “prejuízos” da Festa do Avante! tem de ser lida no quadro da atitude especulativa a que em vésperas da Festa alguns órgãos de comunicação social se dedicam visando ocultar a dimensão política e cultural única que esta representa no plano nacional. Antes sobre os alegados “lucros”, hoje sobre alegados prejuízos.

As contas da Festa não podem ser vistas nos últimos quatro anos à margem dos importantes investimentos ali realizados para ampliar a área, proporcionar melhores condições aos visitantes e prosseguir a valorização e diversificação da oferta cultural. Reduzir a Festa do Avante! a uma iniciativa de angariação de fundos só pode ser expressão de uma visão economicista.

As insinuações de secretismo que acompanham a peça do Jornal de Negócios é tão mais absurda quanto, como se prova pelo trabalho feito por esse órgão de comunicação com a obtenção da respectiva informação, as contas do Partido são públicas, transparentes e à disposição de quem as queira consultar no Tribunal Constitucional.

>
  • PCP
  • Comício da Festa do Avante

Partilhar