Artigo de Ruben de Carvalho no «Diário de Notícias»

«Outra gaveta?»

Chamar pudicamente «política externa» ao conjunto de acções com as quais o Governo PSD-PP envolveu Portugal directamente na mais perigosa aventura militar desde a II Guerra Mundial não deixa de ser um eufemismo.

Tais acções foram conduzidas reconhecidamente contra a vontade da maioria dos portugueses e contra o parecer expresso do Presidente da República. Pior: são um afrontamento directo uma vez que, após o conhecimento daquelas posições, assumiram um crescendo provocatório: a pressurosa cedência das Lajes, a subscrição da «carta dos 8», a vergonhosa «cimeira de guerra» dos Açores, a declaração pública de apoio à guerra americana.

Será pois razoável a instituição Presidente da República apelar à «unidade das instituições» quando na instituição Assembleia da República estão em discussão três moções de censura à instituição Governo criticando-a, entre outras coisas, exactamente por ter ostensivamente ignorado a instituição Presidente da República? Será que ao apelar à «unidade nacional» pretende o Presidente da República que quantos estiveram pela paz (incluindo ele próprio) se sujeitem agora ao facto consumado que conduziu o País ao envolvimento na guerra? Pretenderá que, desencadeada a guerra pelos americanos e amigos, se meta na gaveta a luta pela paz e pelos povos?

>
  • Crónica Internacional
  • Guerra do Iraque