A «Visão» mente, deliberadamente…

Mentiras e insinuações da «Visão» para atacar a Festa do «Avante!»

Com o título escolhido, a Visão procura fazer crer que a Câmara Municipal do Seixal coloca os seus trabalhadores a fazer turnos no funcionamento da Festa do Avante!. Mais, insinua despudoradamente que seria a autarquia a fazer a Festa do Avante! O ridículo da afirmação só encontra explicação na má fé que norteia a peça editada e na falta de escrúpulos de quem a constrói.

O funcionamento da Festa do Avante!, nas suas diversas dimensões, é assegurado pelo trabalho militante e voluntário de muitos milhares de membros do Partido, da JCP e amigos da Festa.

Uma iniciativa da dimensão da Festa do Avante! exige a articulação com as mais diversas entidades e instituições, desde logo com a Câmara Municipal do Seixal, mas também com a PSP, entidades da protecção civil e bombeiros, empresas de transportes, aspecto que o PCP sempre assegurou.

Insinuar e procurar transformar as naturais responsabilidades das autarquias no ordenamento do território, na ocupação de espaços exteriores, nomeadamente a presença de feirantes e vendedores ambulantes no espaço público (cujas receitas são para a autarquia), no correspondente ordenamento e controle do trânsito, entre outros aspectos, em «turnos» na Festa do Avante!, é mentir e deturpar deliberadamente com a única intenção de caluniar a Festa do Avante! e o PCP.

É esse aliás o procedimento da generalidade das autarquias perante a realização de grandes eventos no seu território, sejam eles culturais, desportivos, religiosos ou políticos. Bastaria observar grandes festivais em diversos concelhos do País para se aquilatar a mesquinhez política e jornalística da peça.

O que a Visão parece não suportar é a dimensão da Festa do Avante!, o impacto do seu programa cultural e político, o reconhecimento que merece da parte de muitas gerações de portugueses.

A Festa do Avante!, pela sua projecção nacional e internacional, pelos muitos milhares de visitantes que recebe, dá também uma importante contribuição para a valorização da freguesia da Amora e do concelho do Seixal.

O que parece alimentar a Visão é o objectivo de, em vésperas de eleições, procurar atingir o PCP, o seu percurso de trabalho reconhecido na gestão de autarquias, os seus reconhecidos critérios éticos de rigor quando assumem responsabilidades. O que a Visão e outros não suportam é a dimensão cultural e política da Festa do Avante!.

A Visão podia ter lido o esclarecimento da Câmara Municipal do Seixal mas optou por dar expressão às conclusões que previamente tinha tirado, preferindo esconder-se por detrás de declarações anónimas. A Visão, de acordo com critérios deontológicos, podia ter pedido algum comentário ou esclarecimento ao PCP. Optou por não o fazer.

Com o intuito de dar erudição a uma peça tão rasteira, a Visão cita Machado de Assis: «Muitas vezes a mentira é tão involuntária como a própria respiração». Como se vê na Visão, há quem nem dê conta que respira!

>
  • PCP
  • Central
  • Festa do Avante
  • Imprensa
  • Visão

Partilhar