Saúde

Ver vídeo
Sobre o processo de revisão da Lei de Bases da Saúde

Sobre o processo de revisão da Lei de Bases da Saúde

No decurso de um processo intenso em que o PCP interveio de forma séria e se bateu pela defesa e valorização do Serviço Nacional de Saúde indissociável da natureza pública da sua gestão, foi encontrada uma solução que permite a aprovação de uma nova Lei de Bases da Saúde.

Ver vídeo

«É nossa profunda convicção que Portugal não está condenado ao atraso. O PCP tem soluções para os problemas nacionais»

Senhor Presidente,
Senhor Primeiro-ministro,
Senhores membros do governo,
Senhoras e senhores deputados,

O País vive hoje uma situação diferente daquela que se apresentava há quatro anos. Portugal mudou para melhor com a decisiva contribuição do PCP.

Não estão resolvidos os grandes problemas nacionais porque não está concretizada uma verdadeira política alternativa mas este foi um tempo de avanços na melhoria das condições de vida do povo português. Um tempo de recuperar e conquistar direitos e rendimentos.

Ver vídeo

«É ainda tempo de concretização de todas essas medidas inscritas no OE para que o SNS dê respostas mais céleres e adequadas aos utentes»

Sr. Presidente, Srs. Deputados, Srs. Membros do Governo, Sr. Primeiro-Ministro,

No balanço que há a fazer na área da saúde é importante sublinhar que há mais utentes com médico de família, reduziram-se as taxas moderadoras, melhorou-se a atribuição do transporte não urgente, foram repostas as 35 horas e o pagamento das horas de qualidade, descongelaram-se carreiras.
Estes são avanços inseparáveis da luta dos profissionais, dos utentes e da intervenção decisiva do PCP.

Mas há problemas que subsistem porque o Governo PS recusou propostas do PCP que os poderiam ter resolvido.

Ver vídeo
«O estado da Nação é o estado de um país que recuperando direitos e rendimentos, recuperou a esperança no futuro»

«O estado da Nação é o estado de um país que recuperando direitos e rendimentos, recuperou a esperança no futuro»

Senhor Presidente,
Senhor Primeiro-Ministro,

O estado da Nação é o estado de um país que estancou algumas das mais graves chagas sociais e é o estado de um povo que, recuperando direitos e rendimentos, recuperou a esperança no futuro.

Isso não esconde os graves problemas estruturais que se mantêm por resolver nem a insatisfação popular perante expectativas por concretizar.

Tudo isso clarifica a questão que está colocada para o futuro que é a de fazer opções para defender os direitos conquistados e avançar no seu aprofundamento.

Ver vídeo

PCP propõe plano de capacitação em ressuscitação cardiopulmonar

Discussão do projecto de resolução que propõe plano de capacitação em ressuscitação cardiopulmonar.

Ver vídeo

PCP propõe a criação de uma Unidade de Cuidados Continuados no antigo Hospital Psiquiátrico do Lorvão

Discussão do projecto de resolução que propõe a criação de uma Unidade de Cuidados Continuados Integrados e de Reabilitação nas instalações do antigo Hospital Psiquiátrico de Lorvão.

Ver vídeo

«Os direitos dos portugueses estão à frente das metas do défice e exigem serviços públicos com trabalhadores valorizados nas suas carreiras, salários e direitos»

Senhor Presidente
Senhoras e senhores Deputados
Senhoras e senhores membros do Governo

O objectivo desta interpelação do PCP era claro e cumpriu-se.

Quisemos dar voz aos utentes que todos os dias sofrem os prejuízos da falta de pessoal nos serviços públicos e aos trabalhadores desses serviços que todos os dias são sobrecarregados com trabalho a mais. Confrontámos o Governo com as medidas que é preciso tomar agora para resolver esse problema.

Há um Orçamento do Estado aprovado com medidas concretas em várias áreas e com soluções para que o problema seja ultrapassado.