Declaração de João Ferreira, Candidato à Presidência da República

Sobre os resultados das Eleições Presidenciais 2021

Ver vídeo

''

Boa noite a todos,

Terminada uma jornada eleitoral que decorreu num momento tão particular, complexo e difícil, da nossa vida colectiva, quero começar por assinalar o exemplo cívico dos milhares de membros de mesa e trabalhadores que, por todo o país, permitiram a organização deste ato eleitoral e garantiram que o mesmo tivesse decorrido sem sobressaltos e em condições que garantiram a protecção da saúde de todos. A todos uma saudação e agradecimento especiais.

Quero fazer um reconhecido e sentido agradecimento a todos os que, ao longo dos últimos meses, anonimamente, foram os construtores desta candidatura. Aqueles que, em condições extremamente difíceis, de norte a sul, do litoral ao interior e nas ilhas, se empenharam individual e colectivamente no esclarecimento e na mobilização em defesa dos valores desta candidatura.

Quero deixar um agradecimento especial ao PCP, o meu Partido, e ao PEV, assim como à minha mandatária nacional, a Heloísa Apolónia, saudando na pessoa dela, as centenas de mandatários distritais e concelhios e representantes da diáspora que, com as suas funções, prestigiaram esta candidatura.

Por fim, mas não menos importante, quero agradecer a todos os democratas, a todos os cidadãos, que, a partir de distintos e diversos posicionamentos políticos e partidários, convergiram no apoio e no voto nesta candidatura.

Menção que quero alargar a todos os que, desejando votar nesta candidatura, não o puderam fazer, por não poderem sair de suas casas.

Esta candidatura apresentou-se com um objectivo claro: partindo da realidade do país, das suas dificuldades e problemas, das inquietações e preocupações de milhões de portugueses, afirmar uma visão distintiva sobre o que deve ser o exercício dos poderes do Presidente da República e sobre como é que este pode e deve intervir para contribuir para uma mudança de curso na vida nacional, que enfrente e supere esses problemas e dificuldades.

Estou profundamente convencido que esta candidatura trouxe a estas eleições um contributo singular, que perdurará para lá do dia de hoje. Esse contributo foi o de demonstrar, no actual momento da vida nacional, a centralidade e a actualidade da Constituição da República Portuguesa; a importância do seu amplo acervo de direitos - políticos, económicos, sociais, culturais e ambientais - e a importância do projecto de desenvolvimento que ela acolhe e que é essencial para dar conteúdo concreto aos direitos e para, dessa forma, defender a democracia.

A Constituição contém soluções e caminhos para resolver os problemas do país e do nosso povo. A exigência do seu cumprimento será uma questão decisiva nos próximos cinco anos.

Valorizar os imprescindíveis deste país - os trabalhadores. Defender o Serviço Nacional de Saúde, os serviços públicos, as funções sociais do Estado. Valorizar a educação e a cultura. Promover um desenvolvimento em harmonia com o ambiente e os recursos naturais.

O nosso compromisso foi sempre, e a cada momento, com o debate sereno das ideias, das opções que se colocam ao país e ao povo, para trilharmos um rumo de desenvolvimento, progresso e justiça social.

A muitos dos que me apoiaram, de quadrantes e partidos diferentes do meu, sem ignorar diferenças que se manifestarão, espero que possamos continuar juntos em batalhas fundamentais, que fortaleçam as raízes do regime democrático na sociedade portuguesa.

Chegamos aqui ainda mais firmes e ainda mais empenhados na defesa da democracia, das liberdades e direitos democráticos. Ainda mais determinados para combater e derrotar projectos anti-democráticos e de confronto com a Constituição da República.

Afirmei-o diversas vezes e assim será: amanhã cá estaremos! A lutar pelos direitos de todos, todos os dias! Cada voto contado nesta candidatura é já um ponto de apoio nesta luta que vai continuar por uma vida melhor. Com coragem e confiança, abriremos um horizonte de esperança na vida deste país.

>
  • Central
  • Eleições Presidenciais 2021