Intervenção de Viktoriia Georgiievska, Secretária para as Relações Internacionais do Partido Comunista da Ucrânia, XX Congresso do PCP

Saudação do Partido Comunista da Ucrânia

Ver vídeo

''

Caros camaradas, delegados e convidados do XX Congresso do Partido Comunista Português,

Em nome do Partido Comunista da Ucrânia, desejo manifestar o nosso sincero agradecimento à direcção do Partido Comunista Português e ao camarada Jerónimo de Sousa pelo convite e oportunidade de participar nos trabalhos do vosso fórum representativo.

Transmitimo-vos as mais cordiais saudações e sinceros votos de sucesso do líder do nosso Partido Petro Symonenko.

Sabeis bem que a ditadura oligárquica nacionalista foi estabelecida na Ucrânia após o golpe de Fevereiro de 2014, e que replica em vários aspectos a prática dos regimes fascistas do século XX.

O primeiro passo deste regime foi a exclusão do Partido Comunista da Ucrânia da esfera política do país. Seguiu-se a adopção de leis de descomunização que, de acordo com o parecer da Comissão de Veneza de 21 de Dezembro de 2015, eram incompatíveis com a "prática democrática dos Estados europeus". Apesar deste parecer, o regime iniciou a perseguição ao nosso partido, o que claramente indicava o seu pânico e medo de qualquer actividade de oposição na Ucrânia. O poder organizou um bloqueio da informação do Partido Comunista. Os membros do partido form infundadamente acusados de "ajudar terroristas e separatistas".

De acordo com estas leis é praticamente proibido falar bem da era soviética, das suas conquistas, dos líderes do país naquela época. Os símbolos da URSS, das Repúblicas Soviéticas, dos países do antigo campo socialista são proibidos. Ruas, praças, aldeias, cidades são rebaptizadas com a "descomunização" na Ucrânia, sem ter em conta a opinião pública.

Apesar disso, nestas condições incrivelmente difíceis, o Partido Comunista da Ucrânia continua a funcionar e a trabalhar para manter as estruturas do Partido em condições viáveis, para o seu fortalecimento organizacional e ideológico.

Quero transmitir-vos a profunda gratidão do líder do Partido Comunista da Ucrânia, Petro Symonenko, e de todos os comunistas pelo apoio internacional que o Partido Comunista Português nos deu na luta pela defesa dos direitos políticos e liberdades dos cidadãos ucranianos, pelo direito a uma actividade plena do Partido Comunista na vida política do país.

Estamos também gratos aos partidos comunistas e outros partidos de esquerda estrangeiros, que participam neste fórum e que neste momento difícil para o Partido Comunista da Ucrânia mostram a sua solidariedade de classe, e nos forneceram assistência fraterna e apoio moral. Obrigado!

Camaradas!

Desejamos a todos os participantes do Congresso compreensão mútua, firmeza e força nas decisões políticas para maiores sucessos na organização do Partido.

Fortaleçamos a unidade e a solidariedade do movimento comunista e operário internacional na luta contra a barbárie capitalista, contra a exploração do homem pelo homem, contra a globalização e o terrorismo, contra o renascimento do fascismo, pela manutenção da paz mundial, pelo restabelecimento da verdadeira democracia e do socialismo.

Desejamos a todos vós uma boa saúde, optimismo, novas vitórias e conquistas em benefício dos trabalhadores de Portugal!

Viva o Partido Comunista Português!
Viva a amizade internacional entre o Partido Comunista Português e o Partido Comunista da Ucrânia!
Trabalhadores de todo o mundo uni-vos!

>
  • XX Congresso do PCP

Partilhar