Nota do Gabinete de Imprensa do PCP

Sobre os resultados da primeira volta das eleições em França

Sobre os resultados da primeira volta das eleições em França

Os resultados da primeira volta das eleições legislativas em França, traduzindo expressões políticas e ideológicas do aprofundamento da crise estrutural do capitalismo na Europa e não dispensando uma aprofundada reflexão ulterior, suscitam sérias preocupações.

Perante uma abstenção recorde que, ultrapassando os 50%, reflecte a desafeição do povo francês perante um sistema político mergulhado numa crise profunda, e no contexto de uma lei eleitoral anti-democrática incapaz de poder reflectir a vontade do eleitorado, a perspectiva de uma maioria absoluta do partido criado no quadro da eleição de Macron, reconhecidamente um homem de mão do grande capital financeiro, é um mau prenúncio.

Em primeiro lugar para os trabalhadores e o povo francês, nomeadamente perante a violenta ofensiva já em curso contra os direitos laborais e os serviços públicos e a pretendida constitucionalização das limitações de direitos e liberdades fundamentais em vigor com o estado de excepção. Depois pelo anunciado reforço do eixo franco-alemão e das “cooperações reforçadas” visando impor um novo salto nas políticas neoliberais, militaristas e federalistas da União Europeia.

O PCP, acompanhando com grande preocupação a evolução da situação política em França e as suas repercussões na Europa, expressa a sua confiança em que os trabalhadores e as forças progressistas francesas não permitirão a instauração neste grande País de um poder autoritário ao serviço do grande capital francês e europeu e defenderão os interesses dos trabalhadores e do povo no caminho do progresso social.

>
  • Declarações e Comunicados do PCP
  • eleições
  • França

Partilhar