Declaração de voto de João Pimenta Lopes no Parlamento Europeu

Sobre a preparação do Programa de Trabalhos da Comissão para 2018

As aparentes divergências entre a direita e a social-democracia, procuram ocultar o evidente alinhamento e compromisso com as principais opções políticas que alicerçam o processo de integração europeu. A defesa do aprofundamento da UEM, a submissão dos estados à governação económica e ao Semestre Europeu, a submissão das políticas ditas sociais aos ditames do capital, da exploração e do empobrecimento dos trabalhadores e dos povos, o aprofundamento da liberalização do comércio internacional, o sufrágio das xenófobas e racistas políticas migratórias da UE, o desenvolvimento da Europa fortaleza e das políticas militaristas, alimentando aspirações imperialistas, ainda que submissas à estratégia da NATO.

Torna-se assim evidente a necessidade de propostas claras e objectivas, de ruptura com as políticas da UE. Propostas de recuperação da soberania nacional, desde um programa de apoio à saída negociada do Euro dos países que o decidam, com a devida compensação pelos prejuízos causados, à renegociação da dívida, à rejeição da União Bancária e à revogação do Semestre Europeu ou o Tratado de Estabilidade Orçamental. Propostas de efectiva valorização de direitos sociais e laborais, de combate à precariedade, de valorização de salários, de defesa da contratação colectiva. Propostas de paz e de respeito pela soberania dos Estados. Propostas para uma outra Europa, possível e necessária!

>
  • União Europeia
  • Declarações de Voto
  • Parlamento Europeu

Partilhar