Nota do Gabinete de Imprensa do PCP

Representação da Comissão Europeia em Portugal exclui PCP da iniciativa SummerCEmp

Decorre em Reguengos de Monsaraz, entre os dias 27 e 30 de Agosto, uma iniciativa organizada pela Representação da Comissão Europeia em Portugal, denominada SummerCEmp, que visa debater a União Europeia, reunindo cerca de 70 oradores, para um conjunto de jovens que participarão na iniciativa.

Foi publicamente anunciado que integram o painel de oradores representantes de todas as forças políticas com representação parlamentar quer na Assembleia da República, quer no Parlamento Europeu, à excepção do PCP e do PEV, para além de representantes de outras forças políticas sem representação parlamentar, não tendo o PCP recebido qualquer convite, a que nível fosse, para a participação como interveniente de um seu representante nesta iniciativa.

Trata-se de uma iniciativa financiada com dinheiro público, que se prevê tenha grande projecção mediática, a pouco mais de um mês de um acto eleitoral de grande importância para o País, na qual a Representação da Comissão Europeia em Portugal optou por excluir e silenciar o PCP e outras forças que integram a CDU – Coligação Democrática Unitária.

A exclusão do PCP e de outras forças que integram a CDU constitui uma prática discriminatória particularmente grave, que visa, de forma intencional, omitir do debate político o PCP e quaisquer visões divergentes da actual integração capitalista europeia, configurada pela UE, limitando o espectro político representado e a pluralidade do debate político democrático.

Trata-se de uma opção consciente que repudiamos veementemente e que tem por objectivo contribuir para condicionar a opinião pública, não apenas quanto à União Europeia, mas igualmente face ao acto eleitoral que se avizinha.

>
  • PCP
  • União Europeia
  • Central
  • Parlamento Europeu

Partilhar