Posições Políticas

Ver vídeo
Da utopia dos mundos sonhados à transformação prática da realidade

Da utopia dos mundos sonhados à transformação prática da realidade

1. Tema.

Escolhi para título da minha palradura de hoje: «Da utopia dos mundos sonhados à transformação prática das realidades».

Penso que esta formulação – em programa consequentemente desenvolvida – se apresenta como susceptível de traduzir aquele movimento específico que funda a teoria marxista do socialismo, e que, desde o fundo, interpela.

Nos termos sedimentados em que Marx o aborda, e concebe, o socialismo deixa de se cristalizar numa «aspiração» para se converter em transpiração.

Ver vídeo
O Partido da classe operária e de todos os trabalhadores: sua natureza, estrutura organizativa e projecto político nas diferentes etapas do processo revolucionário

O Partido da classe operária e de todos os trabalhadores: sua natureza, estrutura organizativa e projecto político nas diferentes etapas do processo revolucionário

Karl Marx e Friedrich Engels no Manifesto Comunista, marco de lançamento da luta dos comunistas, cujos 170 anos estamos também a assinalar, afirmam o objectivo e a possibilidade da construção de uma sociedade nova. Nesse documento fundador, de notável síntese e imenso impacto propulsor, sobressai desde logo a sua denominação: Manifesto do Partido Comunista que, apontando a luta de classes como motor da transformação social e o papel das massas, sublinha a necessidade do Partido Comunista.

Ver vídeo
Liberdade, democracia e socialismo: objectivo da luta da classe operária, dos trabalhadores e dos povos

Liberdade, democracia e socialismo: objectivo da luta da classe operária, dos trabalhadores e dos povos

A classe operária e o processo revolucionário mundial

Liberdade, democracia e socialismo não são conceitos abstractos e intemporais. Têm um carácter histórico e um conteúdo de classe.

Basta comparar a democracia esclavagista ateniense com a democracia saída da grande revolução burguesa de 1789 em França e esta com a democracia da Comuna de Paris ou do Poder Soviético para ver as profundas diferenças e o enriquecimento ao longo do tempo do conceito de “democracia”.

Ver vídeo
Quadro nacional e internacional da luta da classe operária e dos trabalhadores

Quadro nacional e internacional da luta da classe operária e dos trabalhadores

Marx e Engels expuseram uma nova concepção do mundo, o materialismo aplicado ao domínio da vida social, a dialéctica como doutrina do desenvolvimento, a teoria da luta de classes e o papel revolucionário histórico universal do proletariado como criador de uma sociedade nova, a sociedade socialista e comunista – ideário que marcou todo o processo de transformação social até à actualidade.

É neste quadro que emerge a essencial concepção marxista da relação dialéctica entre o quadro nacional e internacional de luta da classe operária e dos trabalhadores.

Ver vídeo
A Natureza de Classe do Direito

A Natureza de Classe do Direito

* Lida por Helena casqueiro

O Direito, sendo um complexo de normas jurídicas – e só neste sentido me interessa abordar aqui o Direito - , tem a sua origem ligada primacialmente a um criador, sob a forma de poder legislativo, que é um poder soberano com assento numa lei fundamental, a Constituição editada por uma assembleia constituinte democraticamente eleita. Ela é a norma das normas escritas. É a realidade portuguesa.

Ver vídeo
Independência e soberania, condição da cooperação entre os povos

Independência e soberania, condição da cooperação entre os povos

Uma das expressões conhecidas do Manifesto do Partido Comunista, é a de que “os operários não têm pátria”.

Ver vídeo
Lénine e o desenvolvimento do Marxismo

Lénine e o desenvolvimento do Marxismo

Lénine e o desenvolvimento do marxismo: para um itinerário crítico do revisionismo

Bom dia a todos os camaradas e amigos!

Gostaria de começar logo por citar Lénine, aqui vai:

Ver vídeo
O materialismo dialéctico e o combate contra o idealismo e o irracionalismo na actualidade

O materialismo dialéctico e o combate contra o idealismo e o irracionalismo na actualidade

Que fazer com a liberdade?

1. Que fazer com a dita.

Mais de dois séculos volvidos sobre a Revolução Francesa, o que fez o ordenamento então nascente à proclamada Liberté?

Ver vídeo
Mercantilização da criação e fruição culturais. Aparelhos de dominação ideológica

Mercantilização da criação e fruição culturais. Aparelhos de dominação ideológica

Da Cultura como espaço de luta entre uma ideologia da emancipação e uma ideologia da dominação

* Lida por Rui Mota