Posições Políticas

PCP condena prisão de deputada palestiniana e de outros activistas  da FPLP pelo exército israelita

PCP condena prisão de deputada palestiniana e de outros activistas da FPLP pelo exército israelita

O PCP condena veementemente a detenção pelo exército israelita de Khaleda Jarrar, deputada do Conselho Legislativo Palestiniano, de Khitam Saafin, de Ihab Massoud e de outros activistas da Frente Popular de Libertação da Palestina, no passado dia 2 de Julho, nos territórios palestinianos ocupados da Margem Ocidental.

Recorde-se que Khaleda Jarrar havia sido anteriormente detida pelo exército israelita em Abril de 2015, tendo saído da prisão em Junho de 2016, na sequência de uma ampla campanha de solidariedade internacional pela sua libertação.

75 Anos do assassinato de Ferreira Soares

75 Anos do assassinato de Ferreira Soares

Uma vez mais aqui estamos a prestar a nossa homenagem ao camarada António Ferreira Soares, assassinado pela polícia fascista no dia 4 de Julho de 1942, faz agora precisamente 75 anos.

Aqui estamos nesta sempre sentida homenagem ao homem profundamente humano e militante comunista e ao seu exemplo de coragem e dedicação à luta do nosso povo pela liberdade e a democracia, pela sociedade nova, livre da exploração e da opressão e que permanece, ao lado de outros, como uma referência na vida do nosso colectivo partidário e da luta do nosso povo por um mundo melhor e mais justo.

Audição pública sobre a revisão da PAC pós 2020

Audição pública sobre a revisão da PAC pós 2020

Por iniciativa do Grupo Parlamentar do PCP no Parlamento Europeu, decorreu hoje no centro Jean Monet em Lisboa uma audição pública sobre a revisão pós 2020 da Política Agrícola Comum (PAC). Na mesa estiveram presentes Miguel Viegas, deputado do PCP no Parlamento Europeu e João Frazão, membro da Comissão Política do Comité Central do PCP.

Acerca do roubo de material militar em Tancos

Acerca do roubo de material militar em Tancos

O PCP não pode deixar de considerar o assalto a um paiol militar em Tancos como um caso de extrema gravidade a necessitar de todo o apuramento, incluindo a retirada de consequências.

A existência de um sistema de vídeo vigilância inoperacional há dois anos, segundo notícias vindas a público, é revelador do estado de degradação a que as opções políticas de sucessivos Governos, e de forma mais violenta do anterior Governo PSD/CDS-PP, conduziram as Forças Armadas. Uma degradação nos planos de material, pessoal e dos direitos dos militares.

Apresentação dos candidatos da CDU  aos Órgãos Autárquicos de Alcácer do Sal

Apresentação dos candidatos da CDU aos Órgãos Autárquicos de Alcácer do Sal

Uma forte saudação a todos os presentes, aos trabalhadores e à população de Alcácer do Sal, a todos os que connosco estão neste projecto democrático e unitário da CDU, neste espaço de participação e realização ao serviço das populações.

Ver vídeo
O PCP reuniu com o Primeiro-ministro

O PCP reuniu com o Primeiro-ministro

Os acontecimentos da última semana, independentemente de medidas de emergência de reparação, socorro e prevenção para os próximos meses, ao contrário de reclamarem pressa e precipitação em decisões avulso e medidas para responder ao clamor popular, exigem em primeiro lugar a identificação das causas fundas que nos trouxeram até esta dramática situação.

Ver vídeo
Soluções para os problemas da saúde

Soluções para os problemas da saúde

Um ano e meio após a entrada em funções do actual Governo PS e apesar de algumas medidas positivas que foram implementadas, por proposta do PCP, como: o alargamento da isenção de taxas moderadoras e a redução do seu valor com uma poupança de 70 milhões de Euros/ano para os utentes; mais de 220 mil portugueses com médico de família, desde finais de 2015, apesar de ainda se manterem mais de 850.000 sem médico de família; a implementação do horário de trabalho de 35 horas que deve ser alargado a todos os profissionais de saúde que exercem funções no Serviço Nacional de Saúde (SNS); a a

Comunicado do Comité Central do PCP de 25 de Junho de 2017

O Comité Central do PCP, reunido a 25 de Junho, procedeu à análise da situação internacional, à evolução da situação económica, social e política nacional e ao desenvolvimento da luta de massas. O Comité Central do PCP apreciou ainda o andamento da preparação das eleições autárquicas e a afirmação da CDU, e definiu as grandes linhas de intervenção, de iniciativa política e de reforço do Partido.

Ver vídeo
Sobre a reunião do Comité Central de 25 de Junho de 2017

Sobre a reunião do Comité Central de 25 de Junho de 2017

O Comité Central procedeu à análise da situação internacional e à evolução da situação social e política nacional.

A situação política nacional continua marcada pelos condicionamentos de décadas de política de direita e de integração capitalista europeia.

Condicionamentos que perdurarão tanto mais quanto se adiar a ruptura com as orientações e opções políticas que estão na sua origem.