Nota do Gabinete de Imprensa do PCP

Pela libertação de Ahmad Sa’adat e demais presos políticos palestinianos das prisões israelitas

O Partido Comunista Português expressa a sua solidariedade a Ahmad Sa’adat, Secretário-geral da Frente Popular para a Libertação da Palestina (FPLP), encarcerado em Israel, e associa-se à «Semana Internacional – Liberdade para Ahmad Sa’adat» promovida por organizações de defesa dos presos políticos palestinianos nas prisões israelitas.

Ahmad Sa’adat foi condenado a uma pena de trinta anos de prisão por um tribunal militar israelita por lutar pela liberdade do povo palestiniano, por resistir à ilegal ocupação da sua pátria, por denunciar os crimes de que o seu povo é vítima. Uma sentença que é tanto mais ilegal e ilegítima quanto foi proferida por um tribunal militar do Estado que é a potência ocupante e que, em afronta ao Direito Internacional, prossegue uma política de colonização e opressão contra o povo palestiniano.

Nos cárceres de Israel, Ahmad Sa’adat tem sido submetido às mais violentas e severas condições, somando mais de três anos em regime de total isolamento a que só um persistente movimento de resistência acabou por pôr termo. Ahmad Sa’adat, como muitos outros presos políticos palestinianos, tem transformado a prisão em mais um terreno de resistência à ocupação e de unidade do movimento de resistência nacional palestiniano.

Actualmente estão encarcerados por Israel cerca de 6 mil presos políticos palestinianos, patriotas, dirigentes políticos, eleitos, homens, mulheres, crianças, que estão presos por defenderem a sua terra contra o avanço da colonização, por resistirem às violências e humilhações quotidianas, por não se resignarem e lutarem pelo seu direito a viver em paz, de forma livre e soberana, na sua pátria.

A libertação dos milhares de presos políticos palestinianos das cadeias de Israel – muitos deles detidos sem culpa formada e submetidos a violentas condições, que incluem a tortura – constitui uma das dimensões fundamentais da causa nacional do povo palestiniano.

Nesta ocasião, o PCP reitera a sua solidariedade para com a luta da FPLP e de todas as outras forças revolucionárias, progressistas e patrióticas palestinianas contra a ocupação sionista e pelo respeito e realização dos inalienáveis direitos nacionais do povo palestiniano.

Certo de interpretar os sentimentos do povo português, o PCP apela ao reforço da acção do movimento de solidariedade em Portugal com a causa nacional do povo palestiniano, incluindo com a exigência da libertação de todos os patriotas palestinianos presos nas prisões de Israel.

>
  • Declarações e Comunicados do PCP
  • Ahmad Sa’adat
  • Israel
  • palestina

Partilhar