Comunicado do Gabinete de Imprensa do PCP

PCP realiza acção nacional de contacto «Valorizar o trabalho e os trabalhadores. Não à exploração»

No seguimento da decisão da última reunião do seu Comité Central, o PCP promove, nas próximas semanas, uma jornada de contacto e informação junto dos trabalhadores sob o lema «Nem um direito a menos», inserida na campanha «Valorizar o Trabalho e os Trabalhadores. Não à exploração».

Esta acção, que a vida vem justificar plenamente, pretende fazer a denúncia do agravamento das condições de vida e de trabalho dos trabalhadores, expresso nas centenas de milhar de trabalhadores em lay-off, nas dezenas de milhar de despedimentos, na brutal redução dos salários, nas alterações unilaterais de horários, na imposição de férias, na retirada de direitos.

Como o PCP tem vindo a afirmar repetidamente, a pretexto do surto epidémico, sectores do patronato lançaram mão de uma imensa operação visando a redução de salários e outros rendimentos dos trabalhadores e dos seus direitos, procurando aproveitar a oportunidade para, no imediato, agravar a exploração e transferir para cima dos trabalhadores e da Segurança Social os custos desta fase, e para, a médio prazo, conseguir que esses direitos se percam.

Com acções de contacto programadas para todos os distritos e regiões autónomas, esta jornada pretende ainda fazer a afirmação do conjunto de propostas que o PCP tem apresentado na AR e que, a serem aprovadas, dariam resposta ao essencial dos problemas identificados, como se pode verificar nas proposta de proibição dos despedimentos, de pagamento das remunerações a 100% a todos os trabalhadores ou de regulamentação do subsídio de insalubridade, penosidade e risco para os trabalhadores dos sectores privado e público.

Das mais de seis dezenas de acções que se realizarão amanhã, 21 de Maio (dia em que se inicia a Acção Nacional), destacamos as seguintes:

- 6h30, contacto com os trabalhadores da Hovione, em Loures, em que participarão Alma Rivera, deputada e membro do Comité Central, e João Frazão, membro da Comissão Política do Comité Central do PCP;

- 7h, Contacto com os trabalhadores da Lisnave, em Setúbal, em que participará Bruno Dias, deputado e membro do Comité Central do PCP;

- 10h30, Tribuna Pública, sobre a situação económica e social, no Centro do Funchal, em que intervirá Edgar Silva, do membro Comité Central do PCP;

- 13h30, contacto com os trabalhadores da Bosch, em Braga, em que participará Filipe Vintém, membro do Comité Central do PCP;

- 16h30, Contacto com os trabalhadores da Logística da Sonae, na Maia, onde intervirá Jaime Toga, membro da Comissão Política do Comité Central do PCP;

- 17h, Contacto com trabalhadores da Probar, em Condeixa-a-Nova, em que participará Vladimiro Vale, membro da Comissão Política do Comité Central do PCP.

>
  • PCP
  • Trabalhadores
  • Central