Nota da Direcção da Organização Regional do Porto do PCP

PCP reafirma a necessidade de nacionalização da EFACEC e contesta intenção do Governo para a sua reprivatização

A EFACEC é uma empresa estratégica para o País, uma das mais importantes no âmbito da indústria transformadora nacional, envolvendo mais de 2000 trabalhadores e da qual dependem dezenas de micro, pequenas e médias empresas, em particular na região norte.

Com a degradação da sua situação financeira ao longo dos últimos meses, ficou claro que, sem uma intervenção pública e ficando a empresa à mercê dos interesses privados, o futuro da empresa estaria comprometido.

A decisão do Governo, no seguimento da reunião do Conselho de Ministros, de avançar com a nacionalização e posterior reprivatização da EFACEC, tendo o respectivo decreto-lei sido já promulgado pelo Presidente da República, não responde aos interesses nacionais. O PCP não pode estar de acordo que sejam mobilizados agora milhões de euros de recursos públicos para responder às pressões e exigências dos credores, sobretudo da banca, para mais adiante a voltar a entregar nas mãos do grande capital.

Para o PCP, a nacionalização definitiva da EFACEC, resolvendo os problemas de tesouraria, garantindo os direitos dos trabalhadores, integrando-a no Sector Empresarial do Estado e num projecto de desenvolvimento nacional, é a solução que se impõe.

Neste sentido, o PCP promoverá a apreciação parlamentar do decreto-lei em questão para que a Assembleia da República possa impedir a futura reprivatização da EFACEC.

>
  • Economia e Aparelho Produtivo
  • Central
  • efacec