PCP apresentou voto de saudação pelo 20.º aniversário da atribuição do Nobel da Literatura a José Saramago

O Grupo Parlamentar do PCP apresentou na Assembleia da República um voto de saudação pelo 20.º aniversário da atribuição do Nobel da Literatura a José Saramago.

Assinalando a sua vasta, notável e singular obra literária, assim reconhecida internacionalmente e que constitui marca impressiva na história da literatura portuguesa, o Grupo Parlamentar do PCP destaca a importância da atribuição do Prémio Nobel que conferiu uma dimensão mundial sem precedentes à literatura, à língua e à cultura portuguesas e tornou José Saramago o mais universal dos escritores portugueses, traduzido e editado em 27 países.

Considerando as dimensões intelectual, artística, humana e cívica que fazem de José Saramago uma figura maior na história do nosso país, o Grupo Parlamentar do PCP sublinha o seu papel ativo na resistência ao fascismo, a que deu continuidade no período posterior ao 25 de Abril de 1974 enquanto protagonista da construção de uma democracia que tinha como referência primeira a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo e do país, bem como a sua militância no PCP desde 1969 até ao final da sua vida.

>
  • Cultura
  • Assembleia da República
  • Saramago

Partilhar