Internacional

Actualidade do Decreto da Paz soviético debatida em Praga

Actualidade do Decreto da Paz soviético debatida em Praga

Representantes de 12 partidos comunistas, operários e de esquerda da Europa e Ásia (China) debateram na capital checa, Praga, as questões da paz e segurança na Europa e no mundo.

Sim à Paz! Não à NATO!

Sim à Paz! Não à NATO!

Na reunião ao mais alto nível que realizou em Bruxelas com a participação do Presidente norte-americano e num quadro de latentes contradições, a NATO anunciou o propósito de afirmar a sua coesão, nomeadamente em torno de um crescente envolvimento em guerras de agressão – como no Afeganistão e no Médio Oriente – e na escalada armamentista e militarista, levadas a cabo pelos EUA, a coberto da denominada “luta contra o terrorismo”.

Ver vídeo
«A NATO tem sido a maior responsável pela guerra e pela insegurança no mundo»

«A NATO tem sido a maior responsável pela guerra e pela insegurança no mundo»

Presente no Acto Público contra a Cimeira da NATO que se realiza em Bruxelas, Pedro Guerreiro expressou a solidariedade do PCP e valorizou "os actos de denuncia e condenação dos objectivos belicistas cimeira da NATO".

Liberdade para os presos políticos palestinianos em prisões israelitas

Liberdade para os presos políticos palestinianos em prisões israelitas

Cumprido um mês de greve de fome de cerca de 1500 presos políticos palestinianos detidos em prisões de Israel, o PCP reafirma a exigência da sua libertação e a solidariedade para com a sua luta pelo respeito dos seus direitos e dignidade.

Ao longo deste último mês, a solidariedade do PCP foi expressa de múltiplas formas, entre as quais a apresentação de um voto na Assembleia da República – através do qual o parlamento português manifestou a sua solidariedade para com os presos políticos palestinianos em prisões israelitas –, bem como por via da sua intervenção no Parlamento Europeu.

PCP visita a República Checa

PCP visita a República Checa

Uma delegação do PCP, dirigida por Jerónimo de Sousa, Secretário-geral do Partido, deslocou-se à República Checa nos dias 12, 13 e 14 de Maio, a convite do Partido Comunista da Boémia e Morávia (PCBM).

PCP em Kiev solidário com o PCU

PCP em Kiev solidário com o PCU

Decorreu em Kiev, no Tribunal Administrativo de Recurso, dia 15 de Maio, uma nova sessão do processo contra o Partido Comunista da Ucrânia (PCU), que visa a sua ilegalização.

Ver vídeo
Pela Paz, Amizade, Cooperação entre os Povos

Pela Paz, Amizade, Cooperação entre os Povos

A celebração da Vitória sobre o nazi-fascismo, que hoje assinalamos, assume um significado particular no ano em que comemoramos o Centenário da Revolução de Outubro.

Manifestando o respeito e homenageando o heróico e generoso exemplo de milhões de homens e mulheres, de jovens que resistiram e lutaram, entregando se necessário as suas vidas, para libertar o mundo da barbárie nazi-fascista, temos presente o papel decisivo da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas que, à custa de enormes sacrifícios, deu o contributo determinante para a Vitória.

Sobre os resultados da segunda volta das eleições presidenciais em França

Sobre os resultados da segunda volta das eleições presidenciais em França

Salientando positivamente a rejeição pelo povo francês de Marine Le Pen e do seu projecto de extrema-direita e xenofobia, a eleição de Emmanuel Macron como Presidente de França representa o aprofundamento das políticas que são causa da actual crise económica e social em França e da manutenção dos factores que alimentam o crescimento da extrema-direita neste país.

Sobre os resultados da primeira volta das eleições presidenciais em França

Sobre os resultados da primeira volta das eleições presidenciais em França

Os resultados da primeira volta das eleições presidenciais francesas, realizadas numa situação de estado de excepção e num quadro de grande pressão e condicionamento político, expressam uma derrota dos partidos que foram responsáveis pela execução das políticas e orientações da União Europeia e dos interesses do grande capital em França, nomeadamente pelos Governos de Nicolas Sarkozy e François Hollande.

PC da Ucrânia continua ameaçado de ilegalização

PC da Ucrânia continua ameaçado de ilegalização

Foi adiada sem justificação a leitura da sentença do processo de ilegalização do Partido Comunista da Ucrânia. O PCU apela à solidariedade na sessão do próximo dia 15.