Nota do Gabinete de Imprensa do PCP

Cimeira da Guerra nos Açores - Mais um chocante acto de subserviência

A realização, em território nacional, no próximo domingo, de uma Cimeira visando concertar o desencadeamento da guerra «preventiva» e unilateral dos EUA contra o Iraque, reunindo Bush e as suas principais marionetes europeias, constitui mais um chocante testemunho da subserviência e seguidismo do Governo português e do seu envolvimento político na preparação da agressão ao Iraque.

Como é sabido, os anunciados participantes nesta Cimeira têm uma clara e há muito premeditada opção pela guerra, pelo que a realização desta Cimeira nos Açores, para além da distribuição de papéis nas últimas manobras de pressão em relação a países membros do Conselho de Segurança, terá como objectivo estabelecer um calendário das operações diplomáticas e militares quer em relação à ONU quer em relação ao desencadear da guerra.

A escolha de uma ilha da Região Autónoma dos Açores, por sinal onde está instalada uma Base cedida aos EUA, para local da Cimeira não está desligada do fosso cada vez maior que existe entre os governantes apoiantes da guerra e as opiniões públicas dos seus países.

O PCP reafirma a sua profunda condenação da orientação e atitudes do Governo PSD-CSD/PP nesta matéria e que contrariam ostensivamente os interesses da paz, os sentimentos da maioria dos portugueses, a Constituição da República e a Carta da ONU.

>
  • Central
  • Declarações e Comunicados do PCP

Partilhar