Centenas em Arraiolos para construir o resultado da CDU

Centenas em Arraiolos para construir o resultado da CDU

Centenas de pessoas encheram o salão do Pavilhão Multiusos de Arraiolos no jantar da CDU, no qual participaram o Secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, e João Oliveira, primeiro candidato da Coligação Democrática Unitária pelo círculo eleitoral de Évora. Este, na sua intervenção garantiu que a confiança que se sente diariamente nas acções realizadas em todo o distrito advém do reconhecimento da população face ao papel que o PCP e o PEV tiveram no afastamento do PSD e do CDS do Governo e nos avanços alcançados nos últimos anos. Agora, assume, há que «transformar o bom ambiente existente em torno da CDU em votos, em mais força».

Depois de destacar alguns dos avanços, só possíveis graças à acção das forças que compõem a CDU, João Oliveira centrou-se na região para acusar o PS de ter procurado inviabilizar a construção do novo Hospital Central do Alentejo, pois só após muita pressão da CDU é que o Governo lançou o concurso público para a sua construção, e já no final da legislatura. «Empurrámos o Governo para fazer o que não queria», concluiu. O deputado e presidente do grupo parlamentar do PCP alertou ainda para o facto de Évora eleger apenas três deputados, o que, na sua opinião, deve levar a que o voto seja particularmente pensado e ponderado.

Jerónimo de Sousa, por seu lado, ironizou com o dirigente do PS que almeja a uma maioria absoluta para governar sem «empecilhos». Ou seja, para levar a cabo a política que sempre praticou quando teve mãos livres para tal: a legislação laboral, negociada com PSD e CDS, e a limitação do usufruto pleno, pelas crianças, dos manuais escolares gratuitos são exemplares da verdadeira natureza do PS – que não mudou; mudaram, sim, as circunstâncias em que governou.

>
  • CDU - Legislativas 2019
  • Central

Partilhar