Declaração de Diana Ferreira, Deputada, Conferência de Imprensa

Sobre o apoio aos pais durante o encerramento das escolas

Sobre o apoio aos pais durante o encerramento das escolas

Face ao anúncio por parte do Governo de que o 2.º período do corrente ano lectivo só iniciará a 10 de Janeiro, volta a colocar-se a necessidade de garantir às famílias com crianças em idade escolar, os necessários apoios.

O PCP reafirma que os trabalhadores com filhos até aos 16 anos devem ter direito a acompanhar as crianças e jovens nesta fase, com o salário pago a 100%.

O que se assistiu em 2020 e 2021 enquanto as escolas estiveram encerradas não pode repetir-se, não sendo admissível, desde logo a redução dos salários aos pais e mães trabalhadoras que tiveram que ficar com os filhos em casa. Também fazer depender o pagamento a 100% de uma eventual alternância entre pais e mães, como aconteceu em 2021, não é aceitável.

Assim, para o PCP, o que se impõe, face à opção tomada pelo Governo é:

- Assegurar que pais com filhos até aos 16 anos têm acesso aos apoios nessa semana de aulas;

- Garantir que o salário é pago a 100% a todos os pais nesta situação;

- Garantir que não se confunde a dimensão de apoio a filho com a dimensão profissional, especialmente nas situações de teletrabalho.

>
  • Assuntos e Sectores Sociais
  • Educação e Ciência
  • Central
  • apoio pais
  • COVID-19
  • pausa lectiva