Posições Políticas

&quot;Primária Prevenção ou Efabulação?&quot;<br />António Abreu na &quot;Capital&quot;

1O Dia era Internacional. E de Luta contra a Droga. O Primeiro-Ministro, alertado, teria que fazer um número. Até porque não havia trabalho a apresentar de quase ano e meio de governo. Fez uma reunião!

&quot;Cinco anos após o referendo&quot;<br />Ilda Figueiredo no &quot;Comércio do Porto&quot;

Já passaram cinco anos desde a realização do referendo sobre o aborto. E nada mudou. O drama do aborto clandestino continua. Estima-se que haja, em Portugal, entre 20 mil a 40 mil abortos ilegais por ano, com tudo o que isto significa de sofrimento acrescido para as mulheres.

&quot;O disparate&quot;<br />Ruben de Carvalho no &quot;Diário de Notícias&quot;

Tendo discordado da agressão ao Iraque e do envolvimento português nela, evidentemente discordo também que haja nele escaladas, muito especialmente envolvendo participação armada de forças nacionais. Além desta discordância de princípio, surge contudo a humilhante e incompetente palhaçada em que tudo se transformou.

Debate &#8220;Direitos Sexuais e Reprodutivos &#8211; direitos sociais do nosso tempo&#8221;<br />Intervenção de Maria Manuela Antunes da

EDUCAÇÃO SEXUAL EM CONTEXTO ESCOLAR, HOJE.Há cinco anos atrás, durante o período que antecedeu o referendo sobre a despenalização do aborto, a educação sexual era apresentada pelos defensores do não, como uma das mais importantes soluções para prevenir o aborto clandestino.

Debate &#8220;Direitos Sexuais e Reprodutivos &#8211; direitos sociais do nosso tempo&#8221;<br />Intervenção de Odete Santos

AH! Galileu, Galileu O mundo assiste hoje a uma ofensiva sem precedentes contra direitos fundamentais dos seres humanos.

Debate &#8220;Direitos Sexuais e Reprodutivos &#8211; direitos sociais do nosso tempo&#8221;<br />Intervenção de Dulce Neves

1- A mim caber-me-á salientar as acções mais recentes que a Juventude Comunista Portuguesa tem desenvolvido no domínio dos direitos sexuais e reprodutivos, procurando salientar duas questões fundamentais:

Debate &#8220;Direitos Sexuais e Reprodutivos &#8211; direitos sociais do nosso tempo&#8221;<br />Intervenção de Manuela Pires - Advogada

Vivemos no nosso país momentos particularmente ameaçadores para os direitos das mulheres. O actual Governo PSD-CDS/PP e a sua maioria parlamentar aprovaram já um importante conjunto de diplomas legais que representam claros e graves recuos para as mulheres, sendo de destacar a Lei de Bases da Família, a Lei Bases da Segurança Social e o Código Laboral.

Debate &#8220;Direitos Sexuais e Reprodutivos &#8211; direitos sociais do nosso tempo&#8221;<br />Intervenção de Fernanda Mateus

A realização deste debate, no âmbito do “Em movimento por um Portugal com futuro”, insere-se numa linha de acção do PCP que visa contribuir para a defesa do importante património de direitos que neste domínio a legislação portuguesa consagra, quer de dinamização de acções em defesa de tais direitos.