Pergunta Escrita à Comissão Europeia de João Ferreira no Parlamento Europeu

Negociações bilaterais em curso e possível negociação conjunta, ao nível da UE, para a diversificação das opções de compra de vacinas

O ministro da saúde alemão afirmou que a Alemanha vai negociar a compra da vacina Sputnik V, de forma bilateral.

São vários os Estados-Membros da UE que, perante as falhas evidenciadas pela estratégia de vacinação da UE, decidiram avançar para a diversificação da compra de vacinas, para acelerar o ritmo de vacinação e garantir, mais rapidamente, maiores níveis de proteção das respetivas populações.

Entretanto, a Comissão Europeia afirmou não ter qualquer intenção de assinar um contrato preliminar para a aquisição desta vacina, assim bloqueando uma possibilidade de negociação e compra conjunta da mesma, que beneficiaria o conjunto dos Estados-Membros.

Esta decisão da Comissão Europeia é tanto mais inexplicável quanto a vacinação continua a progredir a um ritmo inferior ao anunciado aquando do arranque do processo, fruto de sucessivos incumprimentos por parte das multinacionais com as quais foi negociada a compra de vacinas e dos problemas mais recentes surgidos com a vacina da AstraZeneca.

Pergunto à Comissão Europeia:

1. Quanto tempo demorou a Agência Europeia do Medicamento a fazer a avaliação de cada uma das vacinas já aprovadas e quando se espera que esteja concluído o processo de avaliação da Sputnik V?

2. Confirma a recusa em negociar a compra conjunta da vacina em questão? Qual a justificação para esta decisão?

>
  • Saúde
  • União Europeia
  • Perguntas
  • Parlamento Europeu
  • COVID-19
  • Vacinas
  • Vacinas covid-19