Intervenção de Margarida Botelho, membro da Comissão Política do Comité Central, XIX Congresso do PCP

Saudação de Abertura

Ver vídeo

''

Camaradas delegados,

Amigos e camaradas convidados,

Em nome do Comité Central, bem vindos ao XIX Congresso do PCP. Dirigimos uma calorosa saudação através de cada um dos delegados aqui presentes a todo o nosso grande colectivo partidário. Construímos o nosso Congresso dando sempre resposta às inúmeras tarefas com que o Partido está confrontado, com particular destaque para a luta contra o Pacto de Agressão. Basta que pensemos no que foi a notável resposta de massas e a extraordinária acção do Partido desde que o Comité Central marcou a data deste nosso Congresso, há praticamente um ano atrás. Nunca fechámos para Congresso: este Partido com Paredes de Vidro aprende e reforça-se com a vida e a luta dos trabalhadores e do povo português.

Estou certa que transmito os sentimentos de todos os camaradas da Organização Regional de Setúbal quando vos digo que é com muito orgulho e sentido de responsabilidade que recebemos mais uma vez um Congresso do Partido na nossa região, de grandes tradições operárias e democráticas, de gente combativa e solidária. Recebemo-vos com muita alegria mais uma vez em Almada, terra de Abril.

O nosso sincero agradecimento à Câmara Municipal e aos SMAS de Almada e aos seus trabalhadores, em especial aos do Pavilhão Cidade de Almada que, com a sua preciosa disponibilidade e colaboração, nos permitiram a concretização deste Congresso. Um agradecimento igualmente às Câmaras Municipais do Seixal e de Setúbal, à Associação de Municípios da Região de Setúbal, às Juntas de Freguesia do concelho de Almada e à Junta de Freguesia de Corroios e de S. Sebastião. Ao Clube de Instrução e Recreio do Laranjeiro, ao Ginásio Clube de Corroios e aos Bombeiros Voluntários de Cacilhas.

Uma saudação especial às centenas de camaradas que com o seu trabalho militante asseguraram e asseguram todos os aspectos de funcionamento do nosso Congresso. Os camaradas que garantiram a implantação do pavilhão, a reprodução dos materiais, a credenciação, o apoio aos delegados e convidados, o som, o vídeo, a segurança, os bares, as refeições, a limpeza, a bagageira, a tradução simultânea, a recepção às delegações internacionais, a cobertura, entre muitas outras tarefas, às vezes quase invisíveis, que nos permitirão realizar este grande Congresso. Uma palavra em particular aos camaradas das organizações de Lisboa e de Setúbal que cederam as suas casas para alojar delegados de outras regiões do país, numa demonstração de solidariedade comunista.

Saudamos e agradecemos a presença do Chefe da Casa Civil da Presidência da República, de embaixadores e representantes de missões diplomáticas, de delegações de partidos que nos honram com a sua presença, em particular do Partido Ecologista «Os Verdes» e da Intervenção Democrática, nossos aliados na CDU.

De forma calorosa saudamos a presença da CGTP – Intersindical Nacional, de federações, uniões sindicais, sindicatos, comissões sindicais e comissões de trabalhadores. Através de vós, saudamos os trabalhadores do nosso país, reafirmando-lhes deste Congresso a nossa inquebrável confiança de que será a unidade e a luta da classe operária e de todos os trabalhadores que salvará o país do rumo que lhe querem impor. Foi assim na história, será assim no futuro. Sabem que podem contar com o PCP.

Saudamos ainda a presença de delegações:

Da Confederação Nacional de Agricultura – CNA
Da Confederação Portuguesa das Pequenas e Médias Empresas – CPPME
Do Movimento Unitário de Reformados, Pensionistas e Idosos – MURPI
Da Confederação Portuguesa das Colectividades de Cultura e Recreio
Do Movimento Democrático de Mulheres – MDM
Do Movimento das Comissões de Utentes de Serviços Públicos – MUSP

Além de numerosas organizações culturais, associativas e profissionais que nos acompanharão durante o Congresso, saudação que envolve o nosso reconhecimento pela acção que desenvolvem.

Saudamos igualmente as numerosas e destacadas personalidades da vida política, cultural e social do nosso país que nos honram com a sua presença.

Saudamos fraternalmente as delegações aqui presentes de Partidos Comunistas e Operários, dos Movimentos de Libertação Nacional e os representantes das forças progressistas que, de acordo com as condições concretas de cada país, travam a sua luta: pela democracia e progresso social; pela paz; pela transformação revolucionária da sociedade. Esperamos que a vossa presença aqui permita estreitar o nosso conhecimento mútuo e solidariedade, criando melhores condições para a luta e a emancipação dos povos. Passo a enunciar os Partidos presentes neste nosso XIX Congresso:

1. Partido Comunista Sul-Africano
2. Partido Comunista Alemão
3. A Esquerda (Alemanha)
4. MPLA (Angola)
5. Partido Argelino para a Democracia e o Socialismo
6. Partido Comunista da Áustria
7. Partido do Trabalho da Bélgica
8. Partido Comunista do Brasil
9. Partido dos Trabalhadores (Brasil)
10. Partido Socialista Brasileiro
11. PAICV (Cabo Verde)
12. Partido do Povo do Camboja
13. Partido Comunista do Chile
14. Partido Comunista da China
15. AKEL (Chipre)
16. Partido Comunista Colombiano
17. Partido Comunista de Cuba
18. Partido Comunista na Dinamarca
19. Aliança Vermelho Verde (Dinamarca)
20. Frente Farabundo Marti Libertação Nacional (El Salvador)
21. Partido Comunista de Espanha
22. Partido dos Comunistas da Catalunha
23. Bloco Nacionalista Galego
24. Partido Comunista dos Povos de Espanha
25. Partido Comunista Francês
26. Partido Comunista da Grécia
27. Partido Africano da Independência Guiné e Cabo Verde
28. Novo Partido Comunista da Holanda
29. Partido Comunista dos Trabalhadores da Hungria
30. Partido do Povo do Irão
31. Partido Comunista da Índia
32. Partido Comunista da Índia (Marxista)
33. Partido dos Trabalhadores da Irlanda
34. Itália – Partido dos Comunistas Italianos
35. Partido Comunista Japonês
36. Partido Popular Revolucionário do Laos
37. Partido Comunista Luxemburguês
38. Partido Comunista de Malta
39. Partido de Vanguarda Democrático Socialista de Marrocos
40. Partido do Progresso e do Socialismo de Marrocos
41. Partido FRELIMO de Moçambique
42. Partido Comunista do Nepal (Unificado Marxista Leninista)
43. Partido Comunista da Noruega
44. Frente Popular de Libertação da Palestina
45. Frente Democrática de Libertação da Palestina
46. Partido do Povo da Palestina
47. Partido Comunista Peruano
48. Partido Comunista Britânico
49. Partido Comunista da Federação Russa
50. Partido Comunista Operário Russo
51. Frente Polisário (Sahara Ocidental)
52. Partido Comunista Sudanês
53. Partido Suíço do Trabalho
54. FRETILIN (Timor Leste)
55. Partido Comunista da Turquia
56. Partido Comunista da Ucrânia
57. Partido Comunista da Venezuela
58. Partido Socialista Unido da Venezuela
59. Partido Comunista do Vietname

Enviaram mensagens e saudações ao nosso Congresso partidos e organizações que não puderam estar presentes:

Partido Comunista da Dinamarca
União do Povo Galego
Partido Comunista Unido da Geórgia
Partido Socialista da Letónia
Novo Partido Comunista da Jugoslávia
Partido dos Comunistas do México
Partido Comunista da Boémia e Morávia
Partido Comunista da Síria
Partido Comunista do Sri Lanka

Camaradas,

São hoje milhões os portugueses que compreendem como nunca que o caminho que o grande capital e as troikas impõem ao nosso país não serve. Não resolve um único dos problemas de Portugal, antes os agrava a todos. Foram muitos, muitos, os trabalhadores, as mulheres, os jovens, os agricultores, os pequenos empresários, os quadros técnicos e intelectuais que nestes quatro anos entre Congressos deram um passo que alguns nunca pensaram vir a precisar de dar: saíram à rua, fizeram greve, lutaram por si, pelos seus filhos, pelas suas terras, pelo nosso país. Mesmo os que não ousam reconhecê-lo sabem que este Partido é indispensável a Portugal. É assim há 91 anos e essa é a enorme responsabilidade que temos cada um nós, militantes do PCP, neste exigente tempo que atravessamos.

O que os trabalhadores e o povo esperam deste Congresso é que o Partido saia daqui mais forte, em todos os planos. Estaremos mais uma vez à altura das nossas responsabilidades.

Bom trabalho, camaradas!

Viva o XIX Congresso!
Viva a JCP!
Viva o PCP!

>
  • XIX Congresso do PCP
  • Central