Pergunta Escrita à Comissão Europeia de João Pimenta Lopes no Parlamento Europeu

Sobre o escândalo de emissões de gases pela Volkswagen

Após o escândalo do grupo Volkswagen no final do ano passado, em que ficou demonstrada a burla da companhia, por via da adulteração premeditada dos valores de óxido de azoto emitidos para a atmosfera, está ainda por concluir o processo de indemnização e reparação das viaturas para reposição da normalidade regulamentar.

Em Portugal, recentes notícias dão nota que um máximo de 10% de mais de 123 mil viaturas com o problema detectado que estão a circular no país, terão sido intervencionados, repondo a normalidade e corrigindo a fraude. Uma solução que tem sido sucessivamente adiada. Surpreendentemente, a marca diz que Portugal tem das taxas mais elevadas de resolução do problema no panorama europeu. Associações de defesa do consumidor alertam para o facto da solução encontrada pela marca ter sido definida à pressa e sem testes adequados, proporcionando resultados após intervenção que mantém níveis de emissão reais superiores ao permitido.

Apesar dos escândalos, os lucros da marca dispararam este ano, aumentando 48,2% até Setembro, para quase 6 mil milhões de Euros.

Pergunto:
Face às medidas adoptadas pela UE sobre este escândalo, que acções de fiscalização de cumprimento foram implementadas?
Que elementos tem quanto à resposta da Volkswagen e se esta corresponde às necessidades dos consumidores, nomeadamente na reparação e indemnização?

>
  • Ambiente
  • Economia e Aparelho Produtivo
  • Perguntas
  • Parlamento Europeu