Declaração de Jerónimo de Sousa, Secretário-Geral

Sobre os desenvolvimento do caso de Tancos

Ver vídeo

''

Se tivesse sido feito o que o PCP defendeu a situação teria sido diferente. Ou seja, primeiro concluir a investigação e só depois criar a Comissão de Inquérito.

Ninguém nos acompanhou nesta posição, incluindo o CDS. Não temos duas caras como o CDS.

Seja qual for o governo, seja do PSD/CDS ou do PS a justiça tem de ter condições para trabalhar e apurar todas as responsabilidades. Ninguém pode esconder gravidade do que está em causa.

Apurem-se todas as responsabilidades, em particular as que resultam das gravíssimas acusações que são imputadas ao ex-ministro da Defesa. A justiça deve decidir.

Havendo condenação há outro facto que tem de ser apurado – se o ex-ministro prestou ou não falsas declarações perante a Comissão de Inquérito.

>
  • Justiça
  • Central
  • Ministro da Defesa
  • Tancos

Partilhar