Nota da Comissão Política do Comité Central do PCP

Sobre o combate à sabotagem e à corrupção

1. O Partido Comunista Português dá o seu completo apoio ao comunicado da Presidência do Conselho anunciando a prisão de certo número de individualidades fascistas, implicadas em graves delitos de sabotagem económica, de corrupção e especulação financeira. Secundando o apelo do Governo Provisório, o PCP exorta os seus militantes, os trabalhadores e todos os antifascistas a colaborarem com as autoridades competentes na localização e detenção dos restantes elementos fascistas visados nos mandados de captura.

2. A revelação agora feita de traficâncias e crimes de corrupção, em que estão envolvidas algumas destacadas figuras do deposto regime fascista, comprova a justeza da definição apresentada pelo PCP acerca do carácter antinacional do regime monopolista derrubado em 25 de Abril. Ela confirma também a existência de sabotagem económica, a sua extensão e origem, que repetidamente temos denunciado.

O PCP espera que estas medidas marquem o início de uma consequente política antimonopolista e antilatifundista. O poder económico dos monopólios constitui uma ameaça permanente às conquistas democráticas do povo português. Constitui a base de apoio para todas as manobras reaccionárias, para as acções de sabotagem económica e para todas as conspirações fascizantes.

3. Por tudo isto, o PCP exorta os trabalhadores e as massas populares a organizarem uma vigilância activa com vista a dar a mais larga e aberta colaboração à actividade do Governo Provisório e do MFA no caminho agora encetado.

Para construir um Portugal democrático é necessário que seja completamente desmantelado o aparelho de Estado fascista, que sejam saneadas todas as instituições em que se apoiou a grande burguesia monopolista para oprimir e explorar os trabalhadores portugueses ao longo de meio século, que sejam severamente castigados os principais responsáveis e beneficiários da corrupção e dos crimes do fascismo, os autores da sabotagem económica contra o processo democrático.

O PCP lutará decididamente para que estes objectivos sejam alcançados.

>
  • Central

Partilhar