Declaração de voto de João Ferreira no Parlamento Europeu

Resolução sobre surto do vírus Zika

O Comité Internacional de Regulamentos de Emergência Sanitária declarou que o surto do vírus Zika constitui uma emergência de preocupação internacional de Saúde Pública. Os especialistas concordam que a relação causal entre a infecção com o vírus Zika durante a gravidez e microcefalia é fortemente suspeita, embora ainda não comprovada cientificamente. Todos concordaram acerca da necessidade urgente de coordenar esforços internacionais para melhorar a vigilância, para intensificar o controlo de populações de mosquitos, e para acelerar o desenvolvimento de testes de diagnóstico e vacinas para proteger as pessoas em risco, especialmente durante a gravidez.

Esta resolução, entre outras coisas, pede a aplicação de medidas específicas para as regiões europeias potencialmente expostas, o estabelecimento de planos de comunicação, o investimento para a investigação acerca da possível relação causal entre microcefalia e o uso de pyriproxyfeno, bem como outras causas possíveis e complementares de microcefalia.

A epidemia Zika no continente americano continua a evoluir e a expandir-se geograficamente, sendo o Brasil o país mais afectado. Existe uma forte evidência de uma associação entre a infecção pelo vírus Zika durante a gravidez e malformações congénitas do sistema nervoso central, bem como entre a infecção pelo vírus Zika e síndrome de Guillain-Barré.

Toda a solidariedade internacional por parte da UE é devida neste momento.

>
  • Saúde
  • Declarações de Voto
  • Parlamento Europeu

Partilhar