Declaração escrita de Inês Zuber no Parlamento Europeu

Repensar a Educação

Repensar a Educação, sim. Mas não desta forma. Para legitimar a diminuição do investimento público neste sector, impondo os métodos on-line e outros semelhantes como norma e solução, diminuindo assim a qualidade da educação. Não repensar a educação para sugerir o endividamento dos estudantes para pôr cobro ao endividamento escolar. Não repensar a educação para a submeter aos interesses do mercado, para que sejam os interesses privados a determinar os currículos e conteúdos escolares. Jamais repensar a educação para a colocar ao serviço do grande capital.
Repensar, sim, a educação, para garantir o direito à formação integral do indivíduo, o direito à educação pública, gratuita e de qualidade, com um investimento público e colectivo de todos e para todos.

>
  • União Europeia
  • Declarações Escritas
  • Parlamento Europeu

Partilhar