&quot;Alta política&quot;<br />Ruben de Carvalho no &quot;Diário de Notícias&quot;

«Basta de tanta negligência política, basta de tanta incompetência governativa. Muitos portugueses já se perguntam o que faltará arder e as autoridades comportam-se com a resignação de quem parece ter-se demitido de agir.»Mais: «Este Governo prometeu muito e fez pouco. No domínio das florestas, o balanço fala por si.»Será certamente a afirmações públicas deste teor que o sempre requintado porta-voz do PP, dr. António Pires de Lima, se referia na passada segunda-feira, 4 de Agosto, quando afirmou que (sic) «é muito feio e pouco construtivo fazer baixa política e aproveitar situações trágicas e de calamidade, que não estão sob o controlo humano».As declarações de «baixa política» inicialmente citadas foram feitas pelo sempre requintado porta-voz do PP, dr. António Pires de Lima, em conferência de imprensa na sede do seu partido no passado dia 4 de Agosto _ de 1999.A coincidência permitirá eventualmente concluir que o PP e o dr. Pires de Lima estão programados para a 4 de Agosto produzirem declarações piropolíticas, mas, claro, com imaginação: uma vez diz-se uma coisa, na outra o contrário, depende de estar na oposição ou no Governo.Assim, é alta política. E uma palhaçada também.

>
  • Cultura
  • Economia e Aparelho Produtivo
  • Regime Democrático e Assuntos Constitucionais
  • Central

Partilhar