Pergunta Escrita à Comissão Europeia de Miguel Viegas no Parlamento Europeu

Prisão do advogado palestiniano Salah Hamouri

Três dias após ter recebido o seu diploma de advogado, Salah Hamouri, ativista palestiniano de 32 anos, foi preso a 23 de agosto pela União Israelita na sua residência de Jerusalém e condenado por um tribunal militar a uma pena de prisão administrativa de 6 meses, passível de ser renovada indefinidamente sem qualquer motivo. Esta situação afeta hoje centenas de milhares de Palestinianos, perante a passividade da comunidade internacional.

Salah Hamouri, passou já 7 anos nas prisões israelitas por um “delito de intenção” relacionado com uma tentativa nunca provada de assassinar um líder religioso de extrema-direita e de pertencer à Frente Popular de Libertação da Palestina.

Esta condenação administrativa baseia-se num dossier secreto inacessível aos advogados de defesa e decorre de uma decisão direta do ministro da defesa de Israel, Avigdor Liberman, conhecido pelas suas declarações racistas, anti árabes e anti palestinianas. Refira-se que a esposa de Salah Hamouri, juntamente com o filho de ambos foi e está impedida de entrar em Jerusalém.

Pergunto à alta representante como tem acompanhado este caso e quais as medidas que pensa tomar face a mais esta flagrante violação dos direitos mais básicos do homem por parte do governo de Israel.

>
  • União Europeia
  • Perguntas
  • Parlamento Europeu

Partilhar