Mensagem de Ângelo Alves, membro da Comissão Política do CC do PCP, Comício/manifestação organizado pelo Partido Comunista da Grécia

PCP participa em grande manifestação dos comunistas gregos

“Queridos Camaradas e amigos:

Recebam um forte e caloroso abraço de Portugal, dos trabalhadores e do povo português em luta. Um abraço amigo e solidário dos comunistas portugueses e do seu Partido – o Partido Comunista Português.

Um abraço materializado aqui e hoje perante vós, mas todos os dias forjado nas relações de amizade e solidariedade entre os nossos dois Partidos. Todos os dias forjado na luta em defesa dos direitos dos trabalhadores e dos povos em cada um dos nossos países. Todos os dias forjado na partilha do objectivo de trilhar, por via da luta, os caminhos da real alternativa de fundo ao capitalismo e à sua crise que se aprofunda – o Socialismo.

Um abraço dirigido a todos os que nos locais de trabalho, nas escolas, nas ruas, praças e avenidas do vosso País estão a protagonizar esta histórica, longa e persistente luta contra a ofensiva do imperialismo, do grande capital, da União Europeia, do FMI, do Governo do PASOK e das forças políticas que apoiam a sua política anti-social e anti-patriótica. Uma luta que sabemos ser dura, mas profundamente apaixonante e cheia de esperança e de futuro.

A todos vós queremos deixar uma mensagem de estímulo e de confiança. Queremos dizer-vos que não estão sós na vossa luta. Em Portugal – confrontados com os mesmos ataques, as mesmas chantagens, as mesmas mentiras – existe também um povo e um Partido Comunista que, lado a lado com as massas trabalhadoras e populares, com o movimento sindical de classe, defendendo as conquistas da Revolução libertadora de Abril, não se verga e não desiste de lutar. Em Portugal existe um Partido e um povo trabalhador que, apesar da distância geográfica que nos separa, está do vosso lado na luta de classes.

Ao vosso lado afirmando que sim, que estamos dispostos a fazer sacrifícios, como os temos feito ao longo de toda a nossa História, pagando com a própria vida se necessário. Mas sacrifícios pelo amor à liberdade, à justiça, à paz, ao progresso social e ao socialismo, sacrifícios pelos trabalhadores e pelo povo, e não contra eles!

Aqui estamos ao vosso lado afirmando que existe uma saída. E que é por essa saída, construída pelo povo, para o povo e com o povo que os comunistas estão dispostos a fazer sacrifícios e a lutar. E sempre com uma imensa alegria, por mais difícil, longa e exigente que seja a luta de emancipação dos trabalhadores e dos povos!

Viva a luta dos trabalhadores e do povo da Grécia!

Viva o internacionalismo proletário!

Viva a amizade entre os comunistas gregos e portugueses!

A Luta continua!”

>
  • Central
  • Iniciativas e Encontros Internacionais
  • Actividade Internacional