Nota do Secretariado do Comité Central do PCP

O PCP e a agressão israelita ao Líbano

1. As notícias que chegam do Líbano são extraordinariamente alarmantes. Israel, violando uma vez mais a soberania e integridade territorial do Líbano, está a bombardear alvos civis e a aterrorizar as populações de Beirute e de outras localidades, nomeadamente no sul do país. É grande a destruição e são numerosas as vítimas, nomeadamente crianças.

2. Perante a impunidade das violentas acções militares desencadeadas nos últimos dias em Gaza e na Cisjordânia contra o povo palestiniano, o governo sionista de Israel sente-se encorajado a prosseguir e intensificar, com os habituais pretextos, a sua política terrorista com o objectivo de liquidar a causa palestiniana, anexar territórios, impor a sua hegemonia na região em aliança com o imperialismo.

É necessário pôr imediatamente termo a esta escalada criminosa que está a provocar inúmeras vítimas e incontáveis sofrimentos e a arrastar toda a região do Médio Oriente para um conflito de ainda mais vastas e perigosas proporções.

É necessário condenar, sem reservas, as brutais acções de “retaliação” e “castigo” de populações inteiras, com o cínico espezinhamento dos mais elementares direitos humanos e o ostensivo afrontamento do direito internacional e dos princípios da Carta das Nações Unidas, que caracterizam a política fascista de Israel. O silêncio e a cumplicidade da União Europeia e da ONU perante tais crimes, que nada pode justificar, é inaceitável e constitui um autêntico insulto à dignidade humana.

3. O PCP condena firmemente a agressão de Israel no Líbano e, tal como o faz em relação aos crimes sionistas na Palestina, exige do Governo português uma clara posição contra a escalada de agressão e guerra e em defesa do direito internacional, da paz e da soberania dos povos. A retirada de Israel de todos os territórios ocupados em 1967 e o cumprimento das resoluções da ONU sobre o direito do povo palestiniano ao seu próprio Estado independente e soberano, é condição indispensável para uma paz justa e duradoura no Médio Oriente.

O PCP expressa a sua solidariedade ao Partido Comunista Libanês, às forças patrióticas e progressistas e ao povo do Líbano confiando em que, como em provações anteriores, resistirá à agressão e salvaguardará a independência e unidade territorial do seu país.

O PCP apela ao povo português para que pelos meios ao seu alcance faça ouvir a sua voz solidária para com os povos do Líbano e da Palestina vítimas das continuadas e cruéis agressões sionistas.

>
  • Central
  • Declarações e Comunicados do PCP

Partilhar