Partidos Comunistas com o povo palestiniano

Partidos Comunistas com o povo palestiniano

Um conjunto de partidos comunistas e operários lançou um apelo comum em solidariedade com o povo palestiniano e contra a decisão de Donald Trump de reconhecer Jerusalém como capital de Israel. Os partidos «condenam veementemente a posição inaceitável do presidente norte-americano, através da qual os EUA reconhecem Jerusalém como a capital de Israel» e consideram que «esta decisão mina fortemente a justa luta do povo palestiniano contra a ocupação israelita, pela criação e reconhecimento de um Estado palestiniano nas fronteiras de 1967, com Jerusalém Oriental como sua capital».

Os primeiros signatários deste apelo sublinham, igualmente, que a decisão dos EUA »constitui uma perigosa provocação contra os povos do Médio Oriente» e «aponta para uma mais geral conflagração na região, a fim de satisfazer os planos imperialistas dos EUA». Os partidos recordam, ainda, que «a UE e em geral as lideranças dos seus estados-membro também assumem responsabilidades por este desenvolvimento, uma vez que têm vindo a aprofundar as suas relações com o Estado de Israel ao mesmo tempo que este oprime e assassina o povo palestiniano».

Os partidos apelam aos trabalhadores, a todos os povos, para «que fortaleçam a sua solidariedade com o povo palestiniano: para libertar os milhares de prisioneiros políticos das prisões israelitas; derrubar o muro da vergonha; forçar a retirada do exército israelita de todos os territórios ocupados desde 1967, incluindo os Montes Golã (Síria) e as Quintas de Shebaa (Líbano); acabar com todos os bloqueios contra o povo palestiniano na Cisjordânia e na Faixa de Gaza; defender o retorno dos refugiados palestinianos aos seus lares, com base nas resoluções relevantes da ONU; continuar a luta pelo reconhecimento de um Estado palestiniano independente, soberano e viável nas fronteiras de 1967, com Jerusalém Leste como capital».

São primeiros signatários deste apelo: Partido Comunista do Brasil, Partido Progressista do Povo Trabalhador (AKEL) de Chipre, Partido Comunista da Boémia e Morávia, Partido Comunista da Grécia, Partido dos Trabalhadores Húngaros, Partido Comunista da Índia, Partido Comunista da Índia (Marxista), Partido do Povo do Irão (TUDEH), Partido do Trabalho da Coreia, Partido Comunista Português, Partido Comunista da Federação Russa, Partido Comunista Operário Russo, Partido Comunista Sul-Africano, Partido Comunista da Turquia e Partido Comunista da Ucrânia.

>
  • Paz e Solidariedade

Partilhar