Jerónimo de Sousa em Lisboa pelo direito à habitação e contra os despejos

Jerónimo de Sousa em Lisboa pelo direito à habitação e contra os despejos

Na manhã deste sábado, Jerónimo de Sousa ouviu relatos sobre o modo como moradores de Lisboa estão a ser expulsos de suas casas e garantiu a solidariedade e o apoio da CDU na luta pela revogação da lei e do balcão dos despejos.

Foi em pleno Largo da Graça, uma das freguesias da capital onde mais se faz sentir este problema que se transformou numa verdadeira praga, que o Secretário-geral do PCP ouviu as queixas e denúncias de quem conhece bem a dramática realidade dos que perdem todos os dias a sua casa em consequência da lei das rendas do governo PSD/CDS, que pôs na mãos dos senhorios o poder de aumentar as rendas e despejar os inquilinos quando bem entendam.

Esse tem sido o pão nosso de cada dia em muitas áreas da capital e foi isso que testemunharam em breves depoimentos os representantes de seis associações de moradores da cidade, no decurso de uma acção de contacto com a população e distribuição de um folheto com os compromissos da CDU para garantir o direito à habitação. Foram sobretudo palavras de preocupação e de forte indignação não só pela lei das rendas mas também pelas políticas de atribuição de benefícios fiscais a residentes estrangeiros e pelas operações de especulação imobiliária que transformam casas e edifícios em unidades hoteleiras e de alojamento local, situação que tem levado aos despejos e a um aumento das rendas para níveis incomportáveis, negando consequentemente o direito à habitação.

No final desta acção da CDU, em declarações aos jornalistas, Jerónimo de Sousa considerou que perante este problema, que classificou como um dos «maiores dramas» da cidade de Lisboa, é uma exigência «cumprir e efectivar o comando constitucional que consagra a habitação como um direito, com a devida responsabilização do Estado».

>
  • CDU - Legislativas 2019
  • Assuntos e Sectores Sociais
  • Central
  • Habitação

Partilhar