Declaração de voto de Inês Zuber no Parlamento Europeu

Instituto Europeu de Inovação e Tecnologia (A7-0403/2012)

A Estratégia Europa 2020, com o peso dos objetivos e medidas que têm conduzido à flexibilidade das relações laborais, aumentando e facilitando despedimentos, entre outros fracassos políticos para os quais a sua agenda tem concentrado energias, atribui um papel de relevo ao Instituto Europeu de Inovação e Tecnologia por considerar que este é um contributo positivo para o seu lema emblemático: crescimento inteligente, sustentável e inclusivo . O regulamento sobre o qual este relatório propõe algumas alterações cria o Instituto Europeu de Inovação e Tecnologia, estando naturalmente inserido na concretização dos objetivos do programa Horizonte 2020, através da integração do triângulo do conhecimento constituído pelo ensino superior, pela investigação, e pela inovação . São muitas as críticas que tecemos relativamente ao programa em causa, dadas as ligações que estabelece entre o financiamento das estruturas que desenvolvem a investigação e os interesses económicos e da indústria, com a clara canalização preferencial de fundos para o setor privado em detrimento da investigação pública. A nossa posição relativamente à criação do Instituto Europeu de Tecnologia, aquando da aprovação do regulamento em 2008, foi muito crítica, aliás, na sequência da posição assumida por diversas organizações de investigação. Com estas intenções e baseado nestes princípios, não pudemos aprovar este regulamento.

>
  • Educação e Ciência
  • Declarações de Voto
  • Parlamento Europeu