Nota do Gabinete de Imprensa do PCP

Festa do Avante!: Garantias de sempre, garantias reforçadas. Tranquilidade, segurança e liberdade

A realização da Festa do Avante! é sempre, e este ano em particular, uma importante afirmação política do exercício de direitos democráticos e de intervenção em defesa dos interesses dos trabalhadores e do povo.

Num momento em que, com procedimentos de prevenção de saúde pública, se retomam, natural e legitimamente, o conjunto de actividades indispensáveis à fruição da vida, prossegue a campanha contra a Festa do Avante! pretendendo a sua estigmatização, procurando impor-lhe limitações excepcionais que não vigoram nas múltiplas expressões da vida social e cultural, e pôr em causa direitos políticos que o povo português alcançou com o 25 de Abril.

O PCP realizará a Festa do Avante! com toda a responsabilidade e garantindo integralmente as condições para o seu usufruto em tranquilidade e segurança. São múltiplas as medidas já adoptadas e divulgadas (a 25 de Junho) nesse sentido, sejam as de disponibilização de materiais de higienização, do adequado funcionamento de espaços de restauração ou de regras de distanciamento físico nas diversas actividades (incluindo a criação de assistentes de plateia).

É atendendo às circunstâncias particulares em que a Festa do Avante! terá lugar que o PCP decide adoptar medidas adicionais de protecção e prevenção, ampliando ainda mais as condições de segurança garantidas aos seus visitantes.

Assim, o número de presenças em simultâneo na Festa será de ⅓ da capacidade licenciada, assegurando que os 300 mil m2 postos à disposição dos visitantes significam que cada um pode usufruir de uma área superior à que está estabelecida para a frequência de praias e que, em regra, será o dobro daquela que está fixada para espaços similares (no caso, espaço ao ar livre).

O horário da Festa conhecerá, também, alterações no que diz respeito à hora limite para a entrada (e reentrada) na Festa que será fixada nas 24h00 de sexta-feira e sábado e nas 22h00 de domingo (em vez, respectivamente, da 01h00 e das 22h30).

Serão ainda adoptados um conjunto de procedimentos quanto à circulação nas imediações e no interior do recinto da Festa. Destacam-se neste domínio corredores de circulação de sentido único, separação de canais de entrada e saída, maior fluidez de acesso a transportes públicos.

Elementos que não só valorizarão o espaço da Festa e o seu uso como garantirão condições para fruir o seu diversificado programa cultural e artístico, nomeadamente nos três palcos principais por onde passará o melhor da música portuguesa, no Cineavante! e no Avanteatro este ano realizados ao ar livre. Elementos que conviverão com o debate político, com o livro e o disco, com a gastronomia e o artesanato.

O PCP sublinha em particular o significado e a importância política do comício que se realizará na tarde de Domingo. Um momento que a par de outros deve levar cada um, militante do Partido ou outro visitante, a marcar com a sua presença na Festa a afirmação democrática, a resposta à campanha que visa condicionar a actividade do PCP, o exercício de liberdades e a efectivação de direitos sociais e económicos, a defesa dos interesses dos trabalhadores e do povo, a luta por uma vida melhor e por uma sociedade mais justa.

Na Festa do Avante! estão assim reunidas as condições de protecção e segurança iguais ou superiores às de actividades e contextos que marcam a restante vida social – do acesso à praia à presença nos múltiplos espectáculos e festivais já realizados ou agendados, até à mera circulação em muitas ruas e praças do País.

A fruição da vida é hoje como sempre, a par da adopção de todas a medidas preventivas em termos de saúde pública e a pedagogia dessa prevenção, um factor não só de promoção de saúde física e mental como de bem-estar individual e colectivo. Esse é o caminho que a Festa do Avante! aponta. Esse é o caminho que o País precisa.

>
  • PCP
  • Central
  • Festa do Avante!