Famílias portuguesas gastam cada vez mais dinheiro do seu bolso com a saúde

Segundo o relatório Health at a Glance - Europe 2014, as famílias portuguesas gastam cada vez mais dinheiro do seu bolso com a saúde. A despesa global com cuidados médicos diminuiu em Portugal de tal forma que a percentagem que representa no PIB baixou para 9,5% em 2012, recuando para níveis inferiores aos de 2005. Entretanto, entre 2007 e 2012, os gastos directos das famílias com a saúde registaram das maiores subidas observadas no contexto europeu, e neste último ano equivaliam já a 4,7% da factura global do consumo de bens e serviços dos cidadãos, quase o dobro da média da UE. Em números absolutos, em 2012, cada cidadão português gastou 1854 euros com cuidados de saúde, num país onde o salário mínimo é de 505 euros e o médio é de 984.
Estes dados espelham o impacto das medidas decorrentes da aplicação do chamado "Memorando de Entendimento" imposto aos portugueses pela Tróica e aplicado pelo Governo PSD e CDS-PP.
Assim, pergunto à Comissão:
1. Considera que estes dados estão em consonância com os objectivos expressos, por exemplo, na estratégia da Comissão Europeia em matéria de saúde, nomeadamente no que se refere à promoção da saúde numa Europa em processo de envelhecimento e a protecção dos cidadãos das ameaças à saúde?

>
  • Saúde
  • Perguntas
  • Parlamento Europeu

Partilhar