Eutanásia: uma posição própria, uma visão da vida e da sociedade de progresso

Compreendemos e respeitamos as opiniões de quem tem diferentes concepções da vida humana, incluindo concepções religiosas, mas a posição do PCP em nada se confunde com tais concepções

A posição do PCP traduz o seu projecto político de transformação e progresso social e a sua concepção humanista da vida.

É a posição de quem identifica na acção do ser humano o elemento transformador da realidade social, o elemento que tem permitido superar os mitos, crenças e superstições com que ao longo da história se foi respondendo ao que se desconhecia da realidade material da vida, do mundo e do ser humano.

É a posição de quem encontra na acção do ser humano e na sua intervenção social o elemento decisivo para os avanços científicos e tecnológicos que permitiram ao longo da história prolongar a esperança de vida, melhorar os indicadores de saúde e a qualidade de vida.

A posição do PCP traduz o sentido do progresso social, na organização da sociedade, na mobilização da medicina, da ciência e da tecnologia, nos apoios sociais, de saúde e às famílias para aumentar a esperança de vida, para debelar o sofrimento e a doença, para assegurar condições de vida dignas a todos os cidadãos em todas as fases da vida .

É esta a posição que corresponde ao progresso social e não a atitude que, perante a doença ou o sofrimento, em vez de se diminuir ou eliminar a sua expressão, vê como solução a provocação da morte antecipada.

>
  • Saúde
  • Central
  • Eutanásia
  • Morte Antecipada

Partilhar