Intervenção de Sandra Pereira no Parlamento Europeu

Estratégia «do prado ao prato»: o papel-chave dos agricultores e das zonas rurais

Venho do mundo rural onde infelizmente conhecemos bem o impacto que a PAC teve na nossa terra, nas nossas gentes e nas nossas vidas.

Por isso nos preocupa-nos esta estratégia "do prado ao prato". 

Como pensam garantir um rendimento justo aos produtores para que produzam alimentos de qualidade | ou evitar o abandono do mundo rural sem afrontar os fundamentos da atual Política Agrícola Comum?

Como vão garantir alimentos seguros e disponíveis a todos, com as vossas orientações neoliberais, que promovem apenas a competitividade e abrem os setores primários à concorrência mundial, que alimentam modelos insustentáveis de produção intensiva e o agro-negócio, e que põem em causa a biodiversidade e os próprios limites do planeta?

A soberania alimentar, a promoção de circuitos curtos de distribuição, a defesa da pequena e média agricultura, da agricultura familiar e do mundo rural, devem ser partes do caminho que vai do prado ao prato. E isto não é compatível com os interesses que os senhores representam e servem!

>
  • União Europeia
  • Intervenções
  • Parlamento Europeu

Partilhar