Declaração de Jerónimo de Sousa, Secretário-Geral do PCP

Encontro com a Associação de Bombeiros Voluntários do Barreiro

Ver vídeo

''

Nós consideramos que por razões de futuro próximo e pela actualidade, que resulta desta situação de epidemia que vivemos, urge dar importância e valorização ao papel dos bombeiros das suas associações. A partir de duas questões centrais aqui neste exemplo em que é preciso socorrer as populações particularmente no plano das urgências que é uma das funções fundamentais aqui desta associação e simultaneamente também inserir dentro da sua acção e da sua intervenção e o seu próprio combate em relação à epidemia que aí está. Portanto dois grandes objectivos que é em primeiro lugar socorrer as populações em segundo lugar a questão dos incêndios (mais cedo que tarde infelizmente, todos nós não desejamos isso, mas a questão dos incêndios e o seu combate é uma questão que tem que ser previsível no futuro próximo) e por isso mesmo é que quisemos aqui valorizar esta acção esta intervenção desta esta associação e de outras que deveriam ser consideradas designadamente um Orçamento Suplementar. Nós pensamos que deveria haver um aumento extraordinário, uma verba extraordinária, tendo em conta as consequências que o próprio COVID-19 teve no alterar de instalações e termos a garantia que aqui os bombeiros do Barreiro vão estar em condições de dar respostas imediatas a possíveis fogos a possíveis incêndios. Nós propusemos neste quadro de discussão do Orçamento Suplementar, por exemplo a questão do gasóleo verde. Pensamos que era importantíssimo esta consideração de não aplicação de impostos em relação ao uso do gasóleo verde para as viaturas dos bombeiros. A questão mesmo da protecção do equipamento em termos individuais também é uma questão que nos preocupa imenso tanto em relação ao COVID como em relação ao combate aos incêndios. E como digo, uma consideração em termos de orçamento de reforço de meios para que estes bombeiros respondam à situação em concreto que se verificar e não uma resposta tímida como o Governo apresentou designadamente de admitir que recorram a empréstimos, ou seja, empurrar o problema com a barriga e não dando resposta imediata às medidas que são inevitavelmente necessárias. Quisemos por isso mesmo valorizar convosco a importância que tem para o próximo futuro estas duas condições: socorro às populações e simultaneamente de combate aos incêndios para impedir qualquer calamidade.

>
  • Segurança das Populações
  • Central