Pergunta Escrita à Comissão Europeia de Inês Zuber no Parlamento Europeu

Despedimento colectivo no Grupo Sumol+Compal Marcas, S.A.

O Grupo SUMOL+COMPAL é um grupo empresarial português que opera predominante no sector das denominadas bebidas de alta rotação. O Grupo emprega aproximadamente 1350 trabalhadores, dos quais alguns residentes no estrangeiro e é o maior empregador privado em três dos concelhos em que tem instalações.
Tendo como argumento as medidas de austeridade impostas pelo Memorando de Entendimento que estão a provocar uma diminuição substancial do poder de compra dos consumidores e o seu empobrecimento, a empresa avaliou que, como as perspectivas de evolução de negócio no mercado português são negativas, o mais lucrativo para a empresa seria investir no mercado estrangeiro. Esta nova perspectiva empresarial levou ao início de um processo de reestruturação que implica o despedimento colectivo de 70 trabalhadores.
Assim, solicito à Comissão Europeia que me informe do seguinte:
1.A referida empresa recebeu quaisquer apoios comunitários? Com que fins foram concedidos e que compromissos assumiu aquando da concessão dos apoios? Considera que, a existirem compromissos, estes estão a ser postos em causa pela administração da empresa?
2.Que medidas pensa tomar, tendo em conta os graves problemas sociais e económicos existentes em Portugal onde o desemprego não cessa de aumentar?
3.Que tipo de apoios pode esta empresa ou o governo português solicitar para evitar que estes trabalhadores fiquem desempregados?

>
  • Trabalhadores
  • Perguntas
  • Parlamento Europeu

Partilhar