Intervenção de Miguel Viegas no Parlamento Europeu

Debate conjunto - Medicamentos veterinários

O atual modelo produtivista que foi imposto aos agricultores e aos produtores pecuários coloca-nos hoje numa situação de alarme sanitário permanente. São novas doenças que emergem e ameaçam a saúde animal ou mesmo a saúde pública. Ou são velhas doenças para as quais os atuais medicamentos perdem a sua eficácia.
Este regulamento identifica o problema, mas omite que, em grande medida são as multinacionais que procuram maximizar as suas rendas monopolistas, discriminando os mercados ou atrasando propositadamente a inovação.
Concordamos com o princípio da autorização centralizado. Mas defendemos que a inovação não pode passar apenas por dar mais regalias às multinacionais, aumentando o período de vigência das patentes. A inovação e a pesquisa científica sobre medicamentos veterinário é de enorme importância para o futuro da nossa agricultura. Neste sentido, o que é necessário é reforçar com mais meios materiais e humanos os centros de investigação públicos, para que a ciência esteja ao serviço do desenvolvimento e não ao serviço de meia dúzia de multinacionais.

>
  • União Europeia
  • Intervenções
  • Parlamento Europeu

Partilhar